0

Comparado com Schumacher, Leclerc se vê muito distante do alemão

25 set 2019
14h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Charles Leclerc está em alta na Fórmula 1. Depois de conquistar as duas primeiras vitórias da Ferrari na atual temporada da categoria, o monegasco foi comparado com ninguém menos que o heptacampeão Michael Schumacher por Jean Todt, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), e Ross Brawn, diretor técnico da F1.

O piloto de 21 anos, no entanto, prefere manter os pés no chão. Consciente de que ainda está no início de sua trajetória, Leclerc minimizou as comparações.

"É sempre muito bom ouvir esse tipo de coisa. Mas eu tenho apenas 21 anos, não provei nada comparado ao que Michael tem. Então, por enquanto, é muito longe falar sobre essas coisas que estou trabalhando na minha carreira, tentando ter a melhor carreira possível do meu lado. Mas, obviamente, para ser comparado com este, com essas pessoas é sempre uma honra, mas parece muito longe para mim", disse, em declarações ao site Racefans.

Além disso, o piloto da Ferrari já projetou a próxima etapa da temporada da Fórmula 1, o Grande Prêmio da Rússia, que acontece já neste final de semana.

"Obviamente, eu gostaria de estar um passo mais alto, mas faz parte da vida. Às vezes é assim, e eu vou me recuperar mais forte na Rússia. Chegar à Rússia com três finais de semana positivos para trás é ótimo. Fizemos um bom progresso em nosso carro, especialmente em termos de desempenho em pistas de alta pressão descendente, e agora parecem ser mais competitivos em pistas com vários layouts. O circuito de Sochi pode ser desafiador, apresentando uma combinação de retas de alta velocidade e muitas curvas, especialmente no último setor", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade