PUBLICIDADE

Fórmula Indy

Foyt altera número de Pedersen na Indy 2023 por conotação nazista

A Foyt optou por trocar o número #88 por conta de seu vínculo com o nazismo e o novato Benjamin Pedersen vai correr com o carro #55 na Indy 2023

28 jan 2023 - 14h58
Compartilhar
Exibir comentários
Benjamin Pedersen vai correr com o número #55
Benjamin Pedersen vai correr com o número #55
Foto: Divulgação/Foyt / Grande Prêmio

A Foyt anunciou nesta sexta-feira (27) que Benjamin Pedersen não vai mais correr com número 88 em sua temporada de estreia na Indy. A equipe decidiu alterar o número por conta de suas conotações nazistas, principalmente quando combinado com o número 14, que será utilizado por Santino Ferrucci. O americano vai guiar o carro #55 em 2023.

"Após a revelação da pintura do #88 na semana passada, fomos informados de que a combinação de nossos dois números inseridos individualmente carrega certas referências ideológicas e simbólicas", disse a Foyt em comunicado oficial. "A AJ Foyt Racing não tolera nem apóia nenhuma dessas ideologias ou símbolos e, para evitar associações repreensíveis, mudamos o número de inscrição de 88 para 55".

Relacionadas

Alonso destaca energia e motivação da Aston Martin: "Atmosfera muito especial"
Comissão de Ética vê plágio "inequívoco e recorrente" ao GRANDE PRÊMIO e pune jornalistas do Estadão
Do choro de Hamilton ao 'migué' de Wolff. Isso muda na F1 2023? | WGP

O número 88 se tornou um símbolo nazista por representar dois Hs (que é a oitava letra do alfabeto), em referência à "Heil Hitler". A combinação com o 14 não caiu bem, já que este número também tem vínculo com o supremacismo branco por conta do slogan de 14 palavras.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Benjamin Pedersen é um dos quatro novatos da Indy 2023
Benjamin Pedersen é um dos quatro novatos da Indy 2023
Foto: Foyt / Grande Prêmio

O número 14 faz parte da história da Foyt. Foi com o carro #14 que AJ Foyt conquistou as suas duas últimas vitórias das quatro nas 500 Milhas de Indianápolis, em 1967 e 1977. Sendo assim, a equipe optou por alterar apenas o número de Pedersen e manter o 14 com Ferrucci.

Inicialmente, Pedersen havia escolhido o 88 por conta dos 88 anos de idade de AJ Foyt. A equipe chegou a brincar que "AJ Foyt será lembrado de quantos anos ele tem toda vez que Benjamin Pedersen entrar na pista este ano".

Benjamin fará sua estreia na Foyt com o carro #55 entre os dias 2 e 3 de fevereiro, quando a Indy inicia os testes coletivos de pré-temporada em Palm Springs, na Califórnia.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Compartilhar
Publicidade
Publicidade