PUBLICIDADE

Dixon espera "um pouco de sorte" para vencer primeira em 2022 na Indy em Mid-Ohio

Scott Dixon ainda não venceu na temporada de 2022 da Indy, mas é o maior vencedor da história de Mid-Ohio com seis triunfos e espera manter bom histórico no circuito

30 jun 2022 - 05h00
Ver comentários
Scott Dixon ainda não venceu na Indy em 2022
Scott Dixon ainda não venceu na Indy em 2022
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

QUAIS PILOTOS PODEM SURGIR NO GRID DA INDY EM 2023?

A temporada de 2022 da Indy não tem sido das melhores para o hexacampeão Scott Dixon. Após oito corridas, o piloto da Ganassi acumula sete top-10s, mas apenas um pódio, com um terceiro lugar em Detroit. A principal decepção veio nas 500 Milhas de Indianápolis, quando Dixon deixou a vitória escapar ao passar do limite de velocidade dos boxes em sua última parada e recebeu uma punição.

O mês de julho será extremamente importante para os concorrentes ao título, com cinco provas no total. Scott retorna agora para Mid-Ohio, onde detém o recorde de mais vitórias, com seis triunfos, o último deles em 2019. Depois de um começo complicado de ano, o neozelandês não planeja nada diferente para a prova deste domingo (3), mas espera ter um pouco de sorte para manter o bom histórico no circuito.

"Espero que qualquer uma das próximas corridas seja a primeira [vitória] da temporada. Não acho que você tem que tentar mudar muita coisa, tento dar 100% em todos os finais de semana independentemente para tentar vencer. É só que tem sido muito difícil recentemente", afirmou Dixon ao GRANDE PRÊMIO durante entrevista coletiva.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Scott Dixon foi ao pódio pela primeira vez em 2022 em Detroit (Foto: IndyCar)

"Se você tiver um pouco de sorte, isso sempre ajuda em diferentes cenários. Mas é um histórico ótimo que temos e eu definitivamente gostaria de manter isso, então vamos manter a cabeça baixa e tentar tirar o máximo dessa situação", prosseguiu o hexacampeão.

Scott ocupa atualmente a sexta colocação na classificação da Indy, com 224 pontos, 69 atrás de Marcus Ericsson, seu companheiro de equipe. Além do sueco, Álex Palou, atual campeão da categoria, é outro piloto da Ganassi que está na briga pelo título. Perguntado se acredita que seus companheiros de time são os principais rivais na temporada, Dixon minimizou a disputa interna e colocou a equipe como prioridade.

Dixon colocou equipe em primeiro lugar em briga pelo título da Indy (Foto: IndyCar)

"Acho que isso vale para a maioria dos anos, para ser sincero. Você nunca sabe no começo do campeonato, mas depois você tem um panorama mais claro. Mas sinto que os seus companheiros de equipe sempre têm uma chance, e só depende de como vai ser a temporada, em que algumas vezes isso acontece e em outras não", explicou o neozelandês.

"No momento, acho que estou 60, 70 pontos atrás do Marcus [Ericsson] e Álex [Palou] está 50 atrás, então definitivamente temos trabalho a fazer. Mas, de novo, o nosso maior objetivo atualmente é conquistar o campeonato, e todos nós, pilotos e todo mundo da equipe, vai estar trabalhando para que um de nós vença o campeonato", concluiu o hexacampeão.

O GP de Mid-Ohio da Indy acontece neste domingo (3) no circuito localizado em Lexington, Ohio, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO. A largada está marcada para 13h50 (de Brasília).

AZAR E ERICSSON ATRAPALHAM, MAS PALOU SEGUE NA BRIGA NA INDY 2022

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade