PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Torcedora é beijada à força no Mineirão e denuncia descaso

Por meio das suas redes sociais, Débora Cotta contou o assédio sofrido e ainda relatou o descaso dos seguranças do estádio

11 nov 2021 13h47
| atualizado às 14h07
ver comentários
Publicidade
Débora Cotta foi agarrada e beijada à força por um homem durante o jogo do Atlético-MG contra o Corinthians
Débora Cotta foi agarrada e beijada à força por um homem durante o jogo do Atlético-MG contra o Corinthians
Foto: Reprodução/Twitter

A torcedora do Atlético-MG Débora Cotta foi agarrada e beijada à força por um homem desconhecido durante o jogo do time mineiro contra o Corinthians, na última quarta-feira (10), no Mineirão. Por meio das suas redes sociais, ela denunciou o assédio e ainda relatou o descaso dos seguranças do estádio. 

A atleticana contou que o caso aconteceu no início do segundo tempo da partida, quando foi ao bar comprar uma cerveja. "Estou vindo aqui contar pra vocês a péssima experiência que eu tive hoje no bar do @Mineirao, no começo do segundo tempo eu fui buscar cerveja quando um homem veio até mim, me agarrou e me deu um beijo na boca a força. Logo ele saiu correndo, eu fui atrás, e na hora da raiva o bati com chutes e socos", disse Débora. 

Ajudada por outra mulher, ela relatou o descaso de seguranças do Mineirão: "Solicitei ajuda dos guardas do @Mineirao e a resposta que eles me deram foi: você tem testemunha? Onde está o cara? Falei pra eles que ele tinha corrido e que eu precisava que eles fizessem algo. A resposta foi: procura a polícia. Essa foi a assistência que o @Mineirao meu deu. Descaso total."

"Algum tempo depois, eu chorando, desesperada,veio um guarda até mim e me levou até a polícia. Lá eu fiz bo, e na mesma hora a polícia pegou as câmeras do @Mineirao e conseguiram resgatar as imagens do assédio", continuou Débora.

Confira o relato completo da torcedora do Atlético-MG:

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade