0

Ronaldinho vê derrota inesperada e promete “pressão em dobro” em BH

4 jul 2013
00h07
atualizado às 00h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de se segurar durante o primeiro tempo e até criar boas situações de gol, o Atlético-MG deixou o gramado do Estádio Marcelo Bielsa, em Rosário, com derrota por 2 a 0 para o Newell’s Old Boys. Para Ronaldinho, o resultado foi inesperado, mas ainda pode ser revertido com a mesma estratégia no confronto de volta, em Belo Horizonte: a pressão.

Libertadores da América 2013Semifinais

Newell's Old BoysnewellsoldboysNewell's Old Boys2
0Atlético-MGAtlético-MGcam-s

  • Maxi Rodriguez 16 ' (2T)
  • Ignacio Scocco 34 ' (2T)
    2013-07-04 00:50 GMT-000 (D) FinalizadoEl Coloso del Parque
    Ronaldinho lamenta jogada desperdiçada pelo Atlético-MG, que levou a pior na Argentina
    Ronaldinho lamenta jogada desperdiçada pelo Atlético-MG, que levou a pior na Argentina
    Foto: AP

    “Temos que continuar trabalhando. Tomamos dois gols que não poderíamos tomar, mas, dentro de casa, a mesma pressão que eles fizeram aqui, lá vai ser em dobro”, disse o meia, à Fox Sports. “Não tem nada acabado. Do mesmo jeito que eles pressionaram aqui, vamos pressionar lá (em Belo Horizonte). Vamos jogar a nossa vida, deixar tudo lá”, prometeu o camisa 10.

    O primeiro gol do Newell’s Old Boys surgiu em uma falha de marcação, após bate-rebate dentro da área: a bola foi para a ponta direita, de onde Figueroa cruzou por cima da zaga para achar Maxi Rodríguez, livre; ele completou de cabeça e abriu o placar. Já o segundo gol saiu em falta da intermediária, em cobrança com muito efeito por Scocco.

    “É um resultado que a gente não esperava”, afirmou Ronaldinho. “Mas a gente vai continuar brigando até o final. Não tem nada acabado, vamos até o final e vamos dar a volta por cima”. “Vai ser o jogo da história do clube. A gente vai fazer de tudo, deixar o sangue”, reforçou o jogador. Para se classificar, o Atlético-MG terá de fazer três gols de diferença. Se repetir o placar de 2 a 0, leva a decisão para os pênaltis.

    Fonte: Terra
    • separator
    • 0
    • comentários
    publicidade