PUBLICIDADE
Logo do

Atlético-MG

Meu time

Justiça bloqueia R$ 40 milhões referentes à venda de Bernard

8 ago 2013 14h11
| atualizado às 14h26
ver comentários
Publicidade
<p>Bernard trocou o Atl&eacute;tico-MG pelo Shakhtar Donetsk</p>
Bernard trocou o Atlético-MG pelo Shakhtar Donetsk
Foto: Shakhtar / Divulgação

O Atlético-MG pode ficar sem parte do dinheiro que receberia pela venda de Bernard. Na manhã desta quinta-feira, poucas horas depois de a transação do jogador para o Shakhtar Donetsk ser anunciada, a 25ª Vara Federal de Belo Horizonte bloqueou R$ 40 milhões que seriam destinados ao clube.

Bernard é o novo camisa 10 do Shakhtar Donetsk:

O motivo da decisão judicial são as dívidas tributárias que o clube mineiro tem com a Receita Federal, que somam R$ 223 milhões de acordo com balanço contábil de 2012. A assessoria do Atlético-MG disse que o clube já recebeu a notificação do bloqueio, sancionado pelos juízes André Prado de Vasconcelos e Guilherme Bacelar de Patrício de Assis, e afirmou que será realizada uma reunião na tarde desta quinta-feira para discutir o assunto.

Bernard foi negociado por 25 milhões de euros (cerca de R$ 77 milhões). O Atlético-MG receberia R$ 50 milhões, já que era dono de 70% dos direitos econômicos do atleta.

Se o Atlético-MG encontra dificuldades para lidar com o dinheiro ligado ao atleta, o próprio jogador não parece passar pelo mesmo problema. De acordo com a imprensa local, Bernard receberá 382 mil euros (R$ 1,17 milhão) mensais, mais de R$ 14 milhões por ano. Além disso, terá um tradutor, uma mansão e um motorista para circular pela cidade.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade