0

Sem titulares, Atlético-MG decepciona na estreia e só empata

18 jan 2018
21h35
atualizado às 21h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Dos grandes da capital, o Atlético foi o único que não conseguiu vencer na estreia do Campeonato Mineiro. Em duelo na noite desta quinta-feira, o time alvinegro ficou no empate sem gols com o Boa Esporte, em confronto em Varginha, no sul de Minas.

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético entrou em campo com sua formação reserva. Os titulares ficaram em Belo Horizonte seguindo com a preparação na pré-temporada. O técnico Oswaldo Oliveira decidiu dar um mês completo para o time que ele considera principal.

Em campo, porém, o Atlético-MG não conseguiu apresentar um bom futebol. A equipe criou algumas chances - não o satisfatório - e chegou em oportunidades na cara do gol. O atacante Carlos errou, pelo menos, duas boas chances de marcar. O Boa jogou mais fechadinho, mas deu certo trabalho.

O Atlético-MG volta a campo no domingo, às 17h (de Brasília), no Independência, em confronto contra o Democrata. O Boa vai até Nova Lima enfrentar o Vila Nova, no mesmo dia, mas às 16h.

Foto: Bruno Cantini / Atlético

Primeiro tempo

O jogo teve aquele padrão "times do interior contra gigantes de Belo Horizonte". O Boa Esporte fez um duelo bem cauteloso, se segurando ao máximo e apostando nos contra-ataques.

O Atlético dominou o primeiro tempo todo. A equipe de Oswaldo Oliveira conseguia criar boas jogadas, em número não tão satisfatório, mas ainda assim chegava com certa qualidade.

A equipe de Belo Horizonte chegava muito pelas pontas, várias vezes com Erik. Em algumas chances, o time preto e branco fazia viradas de jogo interessantes e conseguia ter boas variações.

Oportunidades claras, no entanto, foram poucas. O Atlético-MG chegou uma vez com Carlos, obrigando o goleiro Fabrício fazer uma importante defesa. Pelo lado do Boa, Hulk também perdeu uma chance na cara do gol.

Foto: Bruno Cantini / Atlético

Segundo tempo

O Boa Esporte voltou mais agressivo para a etapa complementar. Na etapa inicial, o time de Varginha não conseguia segurar a bola no ataque e era facilmente desarmado. Após o intervalo a situação estava diferente.

A equipe chegava no campo de ataque e conseguia ser perigosa. Junto com isso, o Atlético tinha dificuldades no setor de criação e as jogadas pelas pontas já não funcionavam mais.

O técnico Oswaldo Oliveira percebeu que sua equipe tinha dificuldades no meio e tirou Hyuri e colocou o jovem Marco Túlio. O jovem deu mais movimentação e criou chances na frente.

FICHA TÉCNICA

BOA ESPORTE X ATLÉTICO

Local: Estádio do Melão, Varginha (MG)

Data: 18 de janeiro de 2018, quinta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Sidmar dos Santos Meurer

Cartões: Danilo Barcelos (Atlético); Amaral (Boa Esporte)

BOA ESPORTE - Fabrício; Joazi, Caíque, Renato Justi, Elivélton Foguinho, Amaral, Alyson (Sapé), Diego Luis, Lucas Hulk, João Guilherme, Christiano.

Técnico: Sidney Moraes.

ATLÉTICO - Victor; Patric, Bremer, Matheus Mancini e Danilo; Yago e Gustavo Blanco; Hyuri (Marco Túlio), Valdívia e Erik (Pablo); Carlos.

Técnico: Oswaldo Oliveira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade