PUBLICIDADE
Logo do Seleção Argentina

Seleção Argentina

Favoritar Time

Messi lamenta derrota para o Uruguai e prega respeito à Seleção: "Jogar contra o Brasil não é fácil"

16 nov 2023 - 23h46
Compartilhar
Exibir comentários

Na noite desta quinta-feira, a Argentina foi derrotada pelo Uruguai na quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo 2026. Jogando em La Bombonera, em um embate pegado e marcado por confusões, os uruguaios conseguiram sair com a vitória sobre os hermanos por 2 a 0, com gols de Ronald Araújo e Darwin Nuñez.

Após o confronto, o capitão argentino Lionel Messi explicou o que deu errado para sua equipe nesta quinta-feira. O atacante disse que o time não conseguiu impôr seu ritmo de jogo contra o Uruguai e ainda elogiou a estratégia utilizada pelo técnico Marcelo Bielsa.

"Não conseguimos acelerar, dar nosso ritmo ao jogo, e sentimos falta disso. Não nos sentimos confortáveis. É possível ver a mão de Bielsa no time adversário. O Uruguai trouxe uma equipe muito física, que trabalha bem a bola, e é muito rápida. Conseguiram levar muito perigo e acabaram fazendo os gols dessa maneira. Perdemos para um adversário que joga muito bem. Agora é levantar e tentar fazer uma grande partida no Brasil", declarou o camisa 10 na saída de campo.

O clássico do futebol sul-americano foi movimentado e, além disso, muito marcado por confusões em campo, com um total de sete cartões amarelos distribuídos pelo árbitro Wilmar Roldan. Messi afirmou que os jogadores mais jovens ainda não se acostumaram totalmente às Eliminatórias.

"Esse tipo de partida nas Eliminatórias, contra o Uruguai, sempre é assim. Eles são intensos. Os jovens que estão chegando agora precisam aprender a não dar essa seleção (Uruguai) por vencida. Têm que aprender a respeitar, porque esse clássico sempre foi muito tenso e complicado. Assim, ainda precisam aprender um pouquinho", apontou o atleta.

Ao fim da entrevista, Messi ainda pregou respeito aos clássicos sul-americanos e à Seleção Brasileira, próxima adversária da Argentina na competição qualificatória.

"Com o Brasil é uma partida à parte, que tem muita história. Temos que nos levantar após a derrota, mas obviamente sempre os respeitaremos, porque jogar contra eles não é fácil", finalizou o camisa 10.

Pela sexta rodada das Eliminatórias, a Argentina visita o Brasil nesta terça-feira. A bola rola para o clássico as 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Os hermanos ainda lideram a classificatória, com 12 pontos. Já a Canarinho ocupa a quinta posição, com sete.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade