0

Silêncio pós-Copa foi para "saborear o momento", diz Götze

6 ago 2014
12h29
atualizado às 12h43
  • separator
  • comentários

Mario Götze, herói da Alemanha na Copa do Mundo, disse que não teve tempo de pensar o que estava fazendo quando dominou a bola no peito e bateu de primeira para fazer o gol que garantiu aos alemães a conquista do título mundial, contra a Argentina, no Maracanã.

Aos 8min da prarrogação, Schweinsteiger puxou jogada pela esquerda e cruzou pelo alto para Götze, que matou a bola no peito e chutou de perna esquerda para vencer Romero, abrir o placar e decidir o título da Copa do Mundo
Aos 8min da prarrogação, Schweinsteiger puxou jogada pela esquerda e cruzou pelo alto para Götze, que matou a bola no peito e chutou de perna esquerda para vencer Romero, abrir o placar e decidir o título da Copa do Mundo
Foto: Fabrizio Bensch / Reuters

"Você realmente não pensa muito quando está numa situação como aquela", disse Götze, de 22 anos, ao jornal Bild desta quarta-feira, em sua primeira entrevista desde o gol do título.

"Eu poderia tentar descrever o que aconteceu, mas só depois de olhar o replay. No jogo tudo acontece intuitivamente", acrescentou Götze, cujo gol na prorrogação deu à Alemanha uma vitória de 1 a 0 sobre os argentinos.

O atacante do Bayern de Munique minimizou as críticas sobre seu desempenho na Copa do Mundo antes da final, quando entrou em campo pouco antes da prorrogação. Ele foi titular da Alemanha nos primeiros quatro jogos no Mundial, mas perdeu a vaga a partir das oitavas de final.

"Todo mundo quer jogar o máximo que puder na Copa do Mundo", disse Götze. "Acho que fiz uma contribuição para a nossa vitória na Copa do Mundo. Quando tive as chances, minhas atuações foram boas. Eu continuei treinando (depois que fui para o banco) e continuei acreditando em mim mesmo".

Götze disse que não quis conceder nenhuma entrevista sobre a Copa do Mundo porque antes queria digerir a conquista.

"Para ser honesto eu tinha que deixar tudo baixar primeiro", disse o jogador quando perguntado por que se recusou a dar entrevistas.

"Eu queria saborear o momento", acrescentou.

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade