PUBLICIDADE

Como escolher um celular para comprar na Black Friday?

O Byte montou um guia definitivo para entender todos os detalhes na hora de comprar um novo aparelho na Black Friday

21 nov 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
O que levar em conta ao escolher seu celular
O que levar em conta ao escolher seu celular
Foto: Freepik

O que não falta na Black Friday são oportunidades de comprar um celular novinho, sendo ele básico, intermediário ou premium. Apesar disso, o grande desafio é tomar uma decisão. Com tantas opções, modelos, descontos e marcas, a situação pode se complicar. 

Para evitar confusões, veja o guia criado pelo Byte para relembrar todos os detalhes antes de comprar um aparelho novo – que independe do preço ou linha.

Um primeiro ponto a se considerar na hora de comprar um celular na Black Friday é o sistema operacional, além de ser o mais fácil: o mercado basicamente se divide entre iOS, exclusivo da Apple, ou o Android, da Google, que está em centenas de modelos. 

Tela e câmera

Decidido isso, é importante verificar qual é a melhor tela para os objetivos do aparelho. Vai ser mais usado para ver filmes? Jogar? Editar fotos?

A maior parte dos celulares hoje possuem mais de seis polegadas de tamanho, com algumas exceções (o iPhone SE, por exemplo, tem 4,7 polegadas, enquanto o iPhone 15 Plus chega a 6,7 polegadas). 

Além disso, usuários interessados em jogos no smartphone devem buscar um dispositivo cuja tela tem uma taxa de atualização de 120 Hz, com imagens mais nítidas e dinâmicas.

Da mesma forma, alguém que curte ver séries e filmes no celular pode preferir uma tela Amoled, tipo de tela que traz cores vívidas e um preto profundo e também suporta altas taxas de atualização.

No caso do visor, é necessário avaliar se é HD (1.280 x 720 pixels), Full HD (1.920 x 1.080), Quad HD (2.560 x 1.440) ou 4K (3.840 x 2.160). Se não houver um uso profissional, um celular Full HD com gravação em vídeo em até 60 fps (quadros por segundo) podem ser ideais para o uso diário.

Para as configurações de câmera, a maioria dos celulares premium combinam vários tipos de lente em um só aparelho. Por exemplo, o Galaxy S20 FE tem um conjunto fotográfico triplo, com câmeras de 12 MP (principal), 12 MP (ultra wide) e 8 MP (telefoto).

Samsung Galaxy S23: por que celular é o principal rival do iPhone 15? Samsung Galaxy S23: por que celular é o principal rival do iPhone 15?

Já outros smartphones da marca possuem uma câmera principal com 108 MP.

É uma vantagem procurar celulares que tenham ao menos uma lente principal e uma ultra wide, útil para capturar paisagens amplas ou grandes grupos de pessoas.

Mas para rodar todas essas maravilhas no celular, o usuário deve saber como processador – o “cérebro do aparelho” – funciona. A quantidade de núcleos de cada um denuncia sua potência, que pode ser quatro (quad-core), seis (hexa-core) ou até oito (octa-core), e a velocidade do chip, que é medida em gigahertz.

Quanto maior o número de núcleos e velocidade, mais capacidade de multitarefas ele consegue tomar conta, com mais fluidez.

Detalhes sobre memória

Armazenamento e memória RAM são fatores cruciais ao escolher um celular. O armazenamento, responsável por guardar arquivos, varia de 32 GB em dispositivos mais simples a 512 GB em modelos premium, com alguns modelos chegando até 1 TB (equivalente a 1.000 GB).

Para uma opção econômica com boa capacidade, considere os que permitem expansão de memória.

A memória RAM, que mantém dados temporários, impacta na agilidade do smartphone. A capacidade varia de 4 GB nos celulares mais básicos a 12 GB nos mais avançados. Uma RAM maior possibilita a execução de vários aplicativos sem travamentos.

Bateria

Ao avaliar a bateria, é fundamental compreender sua autonomia. Ou seja, quanto tempo o smartphone permanece ativo sem recarga. A capacidade de recarga rápida também é relevante, indicando o tempo necessário para um carregamento completo.

Conhecer os tipos de carregadores mais utilizados é uma dica valiosa para garantir compatibilidade com o telefone. A disponibilidade de bateria é crucial para desfrutar plenamente das funcionalidades do celular.

A bateria é medida em miliamperes-hora (mAh); quanto maior esse número, mais tempo o sistema pode funcionar longe da tomada.

No mais, outras funções e detalhes como certificação antiágua e poeira, acessórios compatíveis (como fones de ouvido) e se o aparelho aceita ou não 5G também são interessantes de serem verificadas.

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
Publicidade
Publicidade