0

Volume de serviços sobe 0,8% em outubro e indica recuperação, aponta IBGE

Segundo resultado positivo consecutivo veio acima do esperado para o mês; quatro das cinco atividades pesquisadas tiveram avanço

12 dez 2019
10h19
  • separator
  • 0
  • comentários

RIO - O volume de serviços prestados subiu 0,8% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços divulgados nesta quinta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado foi revisto de uma alta de 1,2% para avanço de 1,5%.

O resultado ficou acima das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que previam desde uma queda de 0,40% a um avanço de 0,60%, com mediana positiva de 0,20%.

Na comparação com outubro do ano anterior, houve alta de 2,7% em outubro de 2019, já descontado o efeito da inflação. Nessa comparação, as previsões iam de expansão de 1,10% a aumento de 3,40%, com mediana positiva de 1,60%. A taxa acumulada no ano foi de 0,8%, mesmo resultado para acumulado em 12 meses. O crescimento do volume de serviços prestados no País por dois meses consecutivos fez o setor acumular uma expansão de 2,2% no período.

"O patamar está logo abaixo de junho de 2016. Com a entrada dessa informação de outubro, o setor de serviços faz um movimento de crescimento diferenciado, recupera um patamar de três anos e três meses de oscilação. Com essa melhora dos últimos quatro meses, serviços está dando algum tipo de sinalização de recuperação", avaliou Rodrigo Lobo, gerente da Pesquisa Mensal de Serviços no IBGE.

Em agosto, o setor de serviços teve ligeira queda de 0,1%, na série com ajuste sazonal. Em julho, houve elevação de 0,9%.

Quatro das cinco atividades de serviços registraram avanços de setembro para outubro. Houve expansão em transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (1,1%), informação e comunicação (1,8%), serviços prestados às famílias (1,5%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (0,1%).

O volume de serviços prestados encolheu apenas na atividade de outros serviços, com recuo de 0,3%. O agregado especial de atividades turísticas registrou alta de 1,5% em outubro ante setembro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade