PUBLICIDADE

STOXX 600 sobe com o apoio de mineradoras e tecnologia; ações alemãs atingem pico

27 fev 2024 - 14h46
Compartilhar
Exibir comentários

O índice acionário de referência da Europa subiu nesta terça-feira, com o índice DAX de Frankfurt atingindo um recorde, enquanto investidores aguardavam dados de inflação desta semana que poderão esclarecer quando os cortes nas taxas de juros deverão começar.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,18%, a 496,33 pontos, impulsionado por um salto de 1,7% no setor de recursos básicos, que se recuperou do menor nível em quatro meses registrado na segunda-feira, acompanhando os preços mais altos dos metais.

O setor de tecnologia subiu 1%, atingindo seu patamar mais alto desde dezembro de 2000.

O índice DAX de Frankfurt avançou e superou seus pares regionais, com ganho de 4,8% até o momento em 2024. O STOXX 600 tem alta de quase 4% até o momento neste ano, depois de um salto de quase 13% em 2023, com as crescentes apostas de cortes iminentes nos juros.

O recente movimento de alta do mercado perdeu um pouco de força com os investidores se preparando para dados cruciais sobre a inflação da zona do euro e dos Estados Unidos, depois que um aumento no otimismo impulsionado pela inteligência artificial (IA) levou o STOXX 600 a um recorde na semana passada.

"Os mercados têm sido excessivamente otimistas em relação aos cortes nos juros... mas, considerando a forma como a inflação e a economia estão indo, não vou contestar a avaliação do mercado sobre um corte em junho neste momento", disse Steve Sosnick, estrategista-chefe da Interactive Brokers.

Erik Thedeen, membro do Banco Central Europeu e presidente do banco central da Suécia, não descartou a possibilidade de um corte na taxa de juros no primeiro semestre de 2024, considerando a queda da inflação.

O índice do setor de saúde caiu 0,1%, com a Novo Nordisk, fabricante do medicamento para obesidade Wegovy, caindo 4,5% durante o dia, mas fechando em queda de 1,2%.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,02%, a 7.683,02 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,76%, a 17.556,49 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,23%, a 7.948,40 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,46%, a 32.706,44 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,24%, a 10.113,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,65%, a 6.220,07 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade