PUBLICIDADE

Quase metade das pessoas não sabe reconhecer golpe financeiro

Anbima e CVM mostram que brasileiros cairiam em golpe na internet; veja como reconhecer e escapar de fraudes

25 mar 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Stock

Quase metade das pessoas cairia em um golpe de investimento, mostrou uma iniciativa educacional da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). 

Foi criado um site de uma empresa fictícia simulando a oferta de fundos de ações e garantindo lucros altos. O portal teve 884.949 visitas nos quatro meses em que ficou no ar, entre novembro de 2022 e fevereiro deste ano. Desse total, 48,8% clicaram em um dos botões da página inicial que indicavam a intenção de investir nos produtos.

Ao fazer isso, os visitantes eram levados a uma página educativa, com o alerta de que poderiam ter caído em um golpe e com orientações para não entrar em ciladas ao se deparar com sites realmente fraudulentos.

Como evitar cair em golpes financeiros de investimentos 

“Existem riscos que são fraudes financeiras e que podem ser evitados pelo investidor. É fundamental sempre estar atento aos sinais: desconfie de promessas de rendimentos altos, cuidado com supostos especialistas em fóruns de internet e redes sociais, cuidado com ofertas na internet de fontes desconhecidas e verifique sempre o ofertante/intermediário. A iniciativa com a ANBIMA mostrou na prática que o risco existe e que a atenção e o cuidado são primordiais para não cair no golpe”, comentou Andréa Coelho, Chefe da Divisão de Educação Financeira e Superintendente Interina de Proteção e Orientação aos Investidores da CVM.

A divulgação dos resultados dessa iniciativa ocorre na semana da Global Money Week, uma campanha mundial de conscientização sobre a importância da educação financeira.

Essa iniciativa integra a agenda de educação do ANBIMA em Ação, conjunto de prioridades elencadas para o biênio 2023/2024.

Veja pontos que podem indicar golpe financeiro

  • • Promessas de lucros altos

Sempre desconfie de promessas financeiras milagrosas com ganhos gigantes em curto prazo.

  • • Informações distorcidas ou insuficientes

Pouca informação sobre a empresa ofertante, o produto, o serviço, o suposto negócio ou o investimento = cilada! Fique de olhos bem abertos e atento ao CNPJ das empresas, procurando informações sobre a sua atuação no mercado.

  • • Ofertas com alto senso de urgência

A insistência para que você feche um negócio e não perca a suposta oportunidade pode indicar um golpe. Investimentos realmente bons não precisam procurar desesperadamente por investidores.

Caso enfrente problemas e tenha alguma dúvida ou reclamação, o investidor deve procurar o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) da CVM.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da COMPASSO, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade