PUBLICIDADE

Jovens empreendem em franquias para fugir da CLT e ganhar mais

Segurança e o suporte oferecidos pelas franqueadoras é o que mais atrai os jovens empreendedores

15 nov 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários

Cada vez mais, as franqueadoras brasileiras deparam-se com cadastro de jovens dispostos a investir em novas unidades franqueadas. São empreendedores que têm dois objetivos distintos: fugir do mercado tradicional de trabalho, o conhecido CLT, ou ainda ampliar a possibilidade de ganhos com uma segunda fonte de renda. 

“As duas opções são válidas, desde que bem estudadas desde a escolha da franquia porque, no processo de seleção, o futuro franqueado precisa ter dados suficientes que ancorem sua decisão”, alerta Melitha Novoa Prado, advogada especializada em franquia, com 35 anos de atuação.

Segundo ela, o jovem que deseja empreender na franquia como única opção de renda será 100% dedicado ao negócio e poderá desenvolver uma carreira sólida, investindo em aprimoramento dentro das áreas com as quais tem mais afinidade. 

“Em todos esses anos de franchising, presenciei histórias de franqueados que se tornaram multifranqueados, com mais de duas marcas e diversas unidades franqueadas. Eles estudaram gestão, desenvolveram habilidades por meio de cursos e criaram equipes que operam com eficiência diversas franquias, sob suas lideranças”, conta Melitha.

Já os jovens empreendedores que têm uma posição de trabalho e desejam diversificar renda também podem contar com a franquia como opção. Por ser um negócio formatado, a franquia tem todo o suporte necessário para que a operação seja mais simples e siga um padrão que é replicável por uma equipe bem treinada. 

“Neste caso, o franqueado consegue desenvolver sua atividade profissional e gerir a franquia à distância, com a ajuda de um gerente/líder capacitado para isso. Ele também poderá ter mais de uma unidade franqueada quando adquirir experiência, mesmo mantendo sua outra atividade profissional. É preciso buscar uma marca que não exija dedicação exclusiva e deixar clara essa sua intenção durante o processo de seleção, para entender as necessidades do negócio e o quanto será necessário de sua dedicação para o sucesso do negócio”, completa a advogada.

Seja o jovem franqueado dedicado exclusivamente ou parcialmente à franquia, essa é uma excelente forma de realizar-se profissionalmente. Conheça cases de jovens profissionais que adquiriram suas franquias.

Lurian Assunção
Lurian Assunção
Foto: Divulgação

Padaria portuguesa no Maranhão

Lurian Assunção Silva Nogueira Valinhas é franqueada da B.LEM desde 2022, em São Luís (MA). Sua primeira loja foi instalada no Shopping São Luís, mas ela sempre teve a ideia de buscar um ponto diferente para a segunda franquia. 

“Por morar em uma ilha, com mar para todos os lados, eu já pensava em abrir outra unidade, mas onde tivesse uma vista para o pôr do sol, porque muitas pessoas buscam por isso quando saem aqui”, lembra.

A empreendedora instalou sua segunda franquia da B.LEM Padaria Portuguesa dentro do Brisamar Hotel, estrategicamente em frente ao mar, e o estabelecimento atende não apenas os hóspedes, mas também clientes da cidade.

O sucesso da unidade tem sido notável, com um faturamento que atende às expectativas. Quando é comparada com a unidade do shopping, Lurian explica que existe uma dinâmica diferenciada em relação ao movimento. Isso porque o hotel possui horários pontuais de maior movimento, especialmente durante o pôr do sol e as primeiras horas da manhã. 

Além disso, a diversidade de turistas adiciona um toque especial à experiência, algo que distingue essa unidade das outras. E o diferencial da unidade instalada no hotel é que ela serve como um bar, inclusive com cardápio diferenciado, que inclui drinks para atender os hóspedes. 

“A franqueadora criou esse cardápio para aproveitarmos o movimento e deu super certo!”, diz ela.

Falando sobre futuro, Lurian já tem planos para dar continuidade à parceria com a B.LEM. “Penso em abrir outras unidades, mas ainda sem uma data específica. Também não foi definido se será dentro de shopping ou em algum outro ponto que fuja do tradicional”, revela.

A B.LEM Padaria Portuguesa tem cerca de 50 lojas pelo Brasil. Numa unidade franqueada, investem-se de R$ 300 mil a R$ 600 mil, já com a taxa de franquia incluída.

Raissa Fonseca
Raissa Fonseca
Foto: Divulgação

Docente e franqueada

Em Ji-Paraná (RO), quem empreendeu na unidade franqueada da Dr. Shape foi Raissa Fonseca Ferreira, de 33 anos. 

“Minha história com a Dr. Shape foi quase uma coincidência. Eu conheci a loja porque fui em uma consulta com um nutricionista em Porto Velho e eu não sabia exatamente onde ficava. Quando cheguei, me deparei com a Dr. Shape de lá, onde ficava o consultório do profissional de saúde. Eu passei pelo atendimento nutricional e encontrei os produtos que foram indicados no mesmo lugar da consulta. Isso me chamou muita atenção e aconteceu em um momento que eu buscava melhorar minha qualidade de vida, que é o que eu tento levar para meus clientes hoje”, conta Raissa.

Raissa é natural de Porto Velho e se mudou para Ji-Paraná quando ingressou no curso de Engenharia Ambiental na Universidade Federal de Rondônia. Após cinco anos, ela concluiu a graduação e logo passou a cursar o mestrado em Ciências Ambientais. Ela, então, deu início à sua carreira como professora em universidades particulares, nos cursos de Engenharia Civil e Engenharia Ambiental.

Durante esse período, já nutria um interesse em empreender, mas ainda não havia definido o segmento em que desejava atuar. A reviravolta em sua vida profissional aconteceu de forma inesperada quando ela realizou sua consulta com o nutricionista da Dr. Shape de Porto Velho. 

“A princípio, eu não tinha a intenção imediata de seguir esse caminho, mas a curiosidade me levou a entrar em contato para obter mais informações. Desde o primeiro momento, a equipe da Dr. Shape me acolheu e me orientou, despertando ainda mais meu interesse. Eu percebi que a abordagem da marca e seu comprometimento com a saúde e o bem-estar estavam alinhados com meus próprios valores”, recorda-se.

Além de ganhar experiência nos primeiros meses de atuação, Raíssa está se preparando para a inauguração da clínica Viva na Medida que, certamente, será mais um sucesso. A clínica funcionará junto à loja e garantirá mais rentabilidade ao negócio, tornando a franquia um “negócio 2 em 1”, com varejo e prestação de serviços.

A Dr. Shape é uma franqueadora de suplementos alimentares e artigos esportivos, com 70 lojas. O investimento em uma unidade franqueada inicia-se em R$ 280 mil, com taxa de franquia inclusa.

Dhandara Vilela e Caik Calixto
Dhandara Vilela e Caik Calixto
Foto: Divulgação

Casal trabalha junto em franquia

Apesar de terem a mesma profissão, Dhandara Vilela, de 31 anos, e Caik Calixto, de 29, nunca tinha trabalhado junto. Eles são advogados que atuam em áreas diferentes, mas sempre pensaram que deveriam ter renda vinda do empreendedorismo. Então, investir em uma franquia começou a ser um objetivo do casal.

Dhandara chegou a ter receio quando Caik lhe apresentou a ideia, porque após passar a fase de estudos e já estar com a carreira mais consolidada, ela pensou que iniciar um novo projeto poderia ser um problema. Então, ela analisou a proposta por um mês, até que decidiu dizer sim ao marido. 

“No começo, foi tudo bem difícil, pelo estresse de mexer com obra, arquitetura, fornecedor... Foi uma loucura! Ainda tivemos um incidente e ficamos fechados por sete dias. Eu vi a minha vida virar de cabeça para baixo. Isso foi bem complicado, principalmente porque não sabíamos o papel de cada um dentro da loja. Agora, ela anda muito bem, porque fizemos a divisão de tarefas de acordo com nossos talentos”, diz Dhandara.

Hoje, então, é ela quem contrata fornecedor, fica responsável pelo marketing, projetos e funcionários, enquanto Caik cuida mais da parte financeira do negócio.

“Nós sabemos que temos ideias muito diferentes, mas isso pode ser muito legal, porque trabalhamos com o mesmo objetivo. Então, formamos uma dupla muito bacana, que consegue se entender e encontrar resultados. Ficamos algumas vezes no top 10 das lojas que mais venderam na rede e isso mostra que o trabalho realmente tem dado certo”, completa o franqueado.

E para que tudo funcione ainda melhor, o casal tem um combinado: não falar sobre a hamburgueria em casa. Por isso, fizeram questão de montar um escritório na unidade e é lá que todos os assuntos profissionais são debatidos.

A The BBurgers tem 150 lojas e está se expandindo por todo o Brasil. Numa franquia da marca, investem-se a partir de R$ 135 mil, já com a taxa de franquia de R$ 50 mil.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade