PUBLICIDADE

Futuro dos negócios: o que esperar da Inteligência Artificial

Tudo depende sobre a forma com a qual a tecnologia é implementada, quais ferramentas de apoio são usadas

9 mai 2024 - 06h00
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A inteligência artificial nos anos seguintes irá transformar a maneira como organizações realizam as análises de dados de negócios. Novas soluções de gerenciamento de dados específicos podem surgir, principalmente voltadas para a segurança e privacidade. 
Foto: Copilot / Dall-E

Em pouco tempo a Inteligência Artificial gerou um grande impacto em diferentes áreas do mercado, seja nos setores de educação, medicina e corporativo, desenvolvendo ferramentas, produtos, novas formas de aprendizado e experiências, o que vem contribuindo para o avanço da inovação nesses setores. De acordo com a consultoria empresarial Bain, 85% das empresas consideram implementar em seus negócios a IA nos próximos quatro anos.

A IA estará cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, o que será inevitável a necessidade de adaptação e adequação de organizações à tecnologia para se manterem no mercado. As sucessivas e velozes inovações tecnológicas relacionadas à IA vão, cada vez mais, reconstruir e adaptar os processos para o uso dessa solução. Diante desse contexto, organizações e profissionais devem estar atentos ao cenário e às principais tendências para o mercado.

A necessidade de novos profissionais focados em IA, por exemplo, já é uma realidade, que estará ainda mais intensificada no próximo ano. Hoje sabemos que temos cargos relacionados a TI e engenharia da computação, como desenvolvedores, programadores e engenheiros de softwares que já atuam nos processos de planejamento, estruturação e criação de sistemas e aplicativos tecnológicos, incluindo a Inteligência Artificial. 

Porém, novos cargos surgiram para suprir as demandas e habilidades específicas e necessárias para operar com a tecnologia. Uma pesquisa do Gartner indica que, até 2025, 35% das grandes organizações terão um diretor de IA que se reportará ao CEO ou COO.

IA aliada a outras plataformas

A implementação de IA aliada a outras plataformas, como low-code, cresce no mesmo ritmo. Pesquisas indicam que as duas ferramentas podem abrir inúmeras possibilidades para as organizações. A gestão de processos por meio de plataformas low-code transforma e otimiza os fluxos de trabalho e a gestão de equipes com a automação. 

Com a adoção da IA, é possível facilitar ainda mais o desenvolvimento e automatização desses processos, sobretudo pela IA estar integrada à base de dados e informações da empresa.

Os processos de análise de dados também serão os mais beneficiados pela solução. De acordo com estimativas do Gartner, até o próximo ano, 60% dos dados para IA serão sintéticos para simular a realidade, cenários futuros e análise de risco por meio dessa tecnologia. Desse modo, a inteligência artificial nos anos seguintes irá transformar a maneira como organizações realizam as análises de dados de negócios. Novas soluções de gerenciamento de dados específicos podem surgir, principalmente voltadas para a segurança e privacidade. 

Sabemos que ainda permeiam muitas discussões acerca da IA, se é uma tecnologia que veio para trazer benefícios ou não. Porém, tudo depende sobre a forma com a qual a tecnologia é implementada, quais ferramentas de apoio são usadas, além das escolhas éticas de cada negócio. Diante de tantas transformações em ritmo acelerado, se munir de informações e entender de que forma a Inteligência Artificial pode impactar os negócios é fundamental. 

(*) Fábio Falcão é mestre em Engenharia Informática com foco em Machine Learning e Computação Forense pela Universidade de Coimbra, Portugal. É CEO da Iaris Tech, empresa especializada em soluções de IA.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade