PUBLICIDADE

EUA prorrogam até 2025 isenção de tarifas para parte dos produtos da China

Dispensa de tarifas estava prevista para expirar em 31 de maio, mas agora será prorrogada por mais um ano para itens específicos; objetivo é reduzir impactos da medida sobre empresas americanas

24 mai 2024 - 21h48
Compartilhar
Exibir comentários

O escritório da Representante Comercial dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês), Katherine Tai, comunicou nesta sexta-feira, 24, que estenderá a isenção para alguns produtos das tarifas impostas a itens chineses.

A dispensa da cobrança estava prevista para expirar em 31 de maio deste ano, mas agora será prorrogada até 31 de maio de 2025 para alguns itens específicos.

Segundo o órgão, o objetivo é permitir um "período de transição", possivelmente para reduzir impactos sobre empresas americanas.

As tarifas seguem a legislação prevista na chamada "Seção 301?, que permite ao presidente tomar medidas apropriadas contra práticas comerciais injustas de outro país.

Ao impor uma rodada de tarifas contra a China, o governo determinou um processo no qual alguns produtos podem ser excluídos do esforço retaliatório, muitas vezes por serem em setores mais sensíveis. No geral, as isenções tendem a recair a produtos médicos e algumas manufaturas.

Na semana passada, a Casa Branca anunciou a imposição de tarifas para uma nova rodada de setores chineses, entre eles o de veículos elétricos.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade