PUBLICIDADE

Amanda Dias

Como os hábitos financeiros dos pais podem impactar os filhos?

Estimular bons hábitos financeiros nos filhos é uma parte importante da educação

8 ago 2023 - 04h00
(atualizado às 11h05)
Compartilhar
Exibir comentários
Como os hábitos financeiros dos pais podem impactar os filhos?:

Uma pesquisa periódica do Serasa mostrou que mais de 12% dos jovens de 18 a 25 anos (8,5 milhões) estão com dívidas. Os dados mais recentes do SPC são de 2019, e indicam que quase a metade dessa geração está ou já esteve com o nome negativado por débitos com lojas, instituições bancárias ou operadoras de cartão de crédito. 

Se você não nasceu em berço de ouro, conhece alguém que ficou com o nome sujo antes mesmo de ganhar seu primeiro dinheirinho. Quando os adultos da família já estão no cadastro de inadimplentes, acabam usando o nome dos jovens para fazer novos gastos.

Além das dívidas contraídas pela família, muitos não sabem como organizar as finanças, aprendem, mas não criam o hábito, e até dizem que não fazem por preguiça. Mais da metade, 56%, compram por impulso e 47% perdem a mão nos gastos com lazer. 

Foto: iStock

Mesmo sem perceber, os seus hábitos financeiros afetam seus filhos 

É possível assimilar bons hábitos financeiros antes mesmo de iniciar a vida escolar. Eu, por exemplo, via o meu pai sempre acompanhado de um bloquinho, fazendo conta, anotando e planejando os seus gastos. Já a minha mãe usava as notas fiscais, anotava os gastos e grampeava as notas junto. Isso me estimulou a desde cedo querer ter o meu dinheiro e já na adolescência eu era sempre a amiga que tinha dinheiro sobrando, mesmo tendo uma condição financeira inferior. 

Estimular bons hábitos financeiros nos filhos é uma parte importante da educação e pode ajudá-los a desenvolver uma relação mais saudável com o dinheiro no futuro. Aqui estão algumas estratégias que os pais podem adotar para alcançar esse objetivo:

Educação financeira desde cedo

Comece a falar sobre dinheiro e sua importância desde a infância. Explique de forma simples como funciona o dinheiro, o que é poupar, gastar com responsabilidade e investir.

Exemplo dos pais

Os filhos aprendem muito ao observar as atitudes dos pais em relação ao dinheiro. Se você for um exemplo de controle financeiro, eles serão mais propensos a seguir o seu exemplo.

Mesada ou recompensas

A mesada é uma ótima ferramenta para ensinar as crianças sobre a gestão do dinheiro. Defina um valor adequado a sua realidade financeira e estabeleça um acordo entre o que você irá suprir e o que a criança deve comprar com o próprio dinheiro. Se isso não for possível, experimente remunerar tarefas domésticas, assim a criança aprende a colaborar e entende que trabalho de cuidado também é trabalho duro.

Estabelecer metas financeiras

Ajude seus filhos a definirem objetivos financeiros realistas. Pode ser economizar para comprar um brinquedo, um videogame ou até mesmo para uma viagem em família. Isso os incentivará a poupar e trabalhar para alcançar suas metas.

Diferença entre necessidades e desejos

Explique a diferença entre necessidades essenciais e desejos supérfluos. Isso ajudará a desenvolver a capacidade de fazer escolhas financeiras mais conscientes.

Orçamento familiar

Envolva-os no planejamento financeiro familiar e mostre como as despesas e receitas são organizadas em um orçamento e incentive-os a poupar parte do dinheiro que ganham ou recebem como presente. Mostre como a poupança pode ajudá-los a alcançar objetivos maiores no futuro.

Lembre-se de que a educação financeira é um processo contínuo e que a consistência e o exemplo são fundamentais para estimular bons hábitos financeiros nos seus filhos.

Fonte: Amanda Dias
Compartilhar
Publicidade
Publicidade