PUBLICIDADE

Balanços corporativos elevam índice STOXX 600 a pico recorde, com destaque para papéis do setor imobiliário

15 mai 2024 - 13h57
Compartilhar
Exibir comentários

O índice acionário de referência da Europa atingiu um pico recorde nesta quarta-feira, com investidores comemorando uma série de balanços robustos de empresas como Experian e Commerzbank, enquanto as ações sensíveis aos juros receberam impulso após uma leitura sobre a inflação dos Estados Unidos mais fraca do que o esperado.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,59%, a 524,71 pontos, com o alemão DAX e o francês CAC-40 também encerrando em picos históricos.

O indicador de medo do STOXX 600 caiu para 13,09 pontos, o nível mais baixo em um mês.

Balanços corporativos positivos deram um novo impulso às ações europeias, ajudando-as a recuperar o terreno perdido este mês e a se aproximar de seus pares dos EUA.

O STOXX 600 acumula alta de mais de 9,5% no ano, quase em linha com o salto de cerca de 10% observado no índice de referência S&P 500 dos EUA.

As ações dos setores imobiliário e de tecnologia saltaram 3,6% e 1,1%, respectivamente, depois que dados mostraram que os preços ao consumidor dos EUA subiram menos do que o esperado em abril, aumentando as apostas de que o Federal Reserve cortará a taxa de juros duas vezes este ano, abrindo espaço para cortes maiores do Banco Central Europeu (BCE).

"O BCE disse que não depende do Fed, mas certamente está ciente do Fed e essa leitura lhes dá um pouco mais de flexibilidade, especialmente com a visão sobre um terceiro corte da taxa de depósito no final do ano", disse Thomas Gehlen, estrategista sênior de mercado da SG Kleinwort Hambros.

Quanto aos balanços, a Experian saltou 8,1% e deu o maior impulso para o índice principal depois que a empresa de dados de crédito divulgou uma previsão otimista de crescimento orgânico anual da receita.

O Commerzbank subiu 5,1% e esteve entre os melhores desempenhos do índice da Alemanha, depois que o banco divulgou seu maior lucro trimestral em uma década, superando expectativas.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,21%, a 8.445,80 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,82%, a 18.869,36 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,17%, a 8.239,99 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,61%, a 35.366,20 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,10%, a 11.362,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,75%, a 6.971,10 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade