PUBLICIDADE

3 dicas para transformar o trabalho temporário em efetivo

Especialista explica diferenciais para o candidato sair na frente e permanecer no emprego em 2024

29 nov 2023 - 06h35
Compartilhar
Exibir comentários
3 dicas para transformar o trabalho temporário em efetivo:

Dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostram que a oferta de empregos temporários no Natal deverá ser a maior registrada desde 2013. Com a expectativa de aumento de 5,6% nas vendas em comparação ao ano passado, a estimativa é de contratação de 108,5 mil trabalhadores temporários, número que só perde para o registrado há dez anos, quando foram abertas 115,5 mil vagas. 

A confederação ainda projeta que após o Natal a taxa de efetivação dos temporários seja de 14,2%, número ligeiramente superior ao do ano passado, quando o varejo efetivou 12,3% dos contratados.

A Luandre, consultoria de RH, já viu crescer o número de oportunidades, 55,9% maior que em 2022, com 7.100 vagas temporárias neste fim de ano, em diversas regiões do Brasil, para pessoas com e sem experiência. 

“O mercado está aquecido tanto por conta da Black Friday, quanto em razão do Natal. Essa expectativa sobre o aumento dos negócios faz com que as empresas tenham um grande volume de vagas temporárias e precisem fechá-las logo para suprir a demanda de fim de ano. Ou seja, há oportunidades diversas para quem busca recolocação e para início imediato. Para quem quer uma chance de primeiro emprego também é um período positivo, já que muitas vagas não exigem experiência anterior”, explica Débora Herdeiro, gerente de RH da Luandre.

Uma das principais dicas para que o temporário consiga tornar a vaga efetiva é ter força de vontade e comprometimento. 

“As empresas sempre ficam de olho nos profissionais que demonstram interesse durante o trabalho temporário. E isso não quer dizer apenas entregar um bom serviço, mas mostrar habilidades como trabalhar bem em grupo, apresentar soluções aos problemas apresentados e se envolver com a empresa”, reforça a profissional.

Apresente resultados

Estando bem alinhado aos propósitos da empresa, o profissional pode mostrar de forma dinâmica os resultados alcançados para a coordenação. Por exemplo, apresentar como o trabalho está evoluindo e o que ele tem feito para atingir os resultados. A conversa deve ser rápida e pode ser feita de maneira diária ou semanal.

Ofereça ajuda e seja pro ativo

Se o profissional perceber que algum colega de trabalho está com dificuldade para executar uma tarefa, oferecer ajuda é uma atitude muito valorizada. Além de ampliar o networking, o profissional demonstra interesse em querer fazer parte da corporação. Aproveite também para ser pro ativo, identificando demandas e necessidade e se antecipando na execução de atividade ou resolução de problemas.

Foto: Drazen Zigic / Freepik / Montagem Homework

Diga que tem interesse em se tornar efetivo

Outro fator importante é dizer que tem interesse em permanecer na vaga depois do contrato temporário. 

“Falar com o gestor, de preferência de forma presencial, é uma boa estratégia. Uma sugestão aqui é chamá-lo para tomar um café. Durante o bate-papo, reforçar que está gostando da experiência e que uma oportunidade efetiva é muito bem-vinda”, reforça Debora.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade