1 evento ao vivo

Novas acusações revelam o inferno nos bastidores de Glee

Após 'cancelamento' de Lea Michele, ex-produtora do seriado afirma que vários homens do elenco tinham comportamento tóxico

4 jun 2020
15h48
atualizado às 15h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Poucos ambientes são tão potencialmente perigosos para a saúde mental de uma pessoa quanto um set de filme, seriado ou novela. Os bastidores de uma produção de sucesso quase sempre são baseados em egocentrismo, arrogância e humilhação. Em Glee não foi diferente: o clima angustiante atrás das câmeras vem à tona cinco anos após o fim do show musical da Fox.

Lea Michele (ao centro) entre colegas de Glee: a fama de boa moça ocultou seu comportamento nocivo com colegas de elenco
Lea Michele (ao centro) entre colegas de Glee: a fama de boa moça ocultou seu comportamento nocivo com colegas de elenco
Foto: Divulgação

Um post da protagonista Lea Michele (Rachel) em apoio aos protestos antirracistas e ao movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) suscitou reações de ex-companheiros de elenco. A atriz foi acusada de ter sido racista em vários momentos. Surgiu ainda uma reclamação de transfobia. Outros colegas de Glee revelaram situações constrangedoras a partir de comentários e atitudes dela.

Lea Michele, que não teve outro sucesso na TV depois do seriado com temática LGBTQI+, pediu desculpas, mas não convenceu. Foi 'cancelada' nas redes sociais e sua carreira morna pode decair de vez. Em consequência da onda de denúncias, ela já perdeu um contrato de publicidade. O dano à sua imagem é incalculável.

O fascínio em torno de Glee começa a derreter. Quem também contribui para desconstruir a visão tatibitati sobre o seriado é Marti Noxon. Em uma série de tweets, a ex-produtora do programa afirmou que vários homens colaboraram para implementar a cultura do bullying nos bastidores. "Alguns agressores tinham permissão para agir daquela maneira", comentou.

Não deu nomes, mas insinuou que eram atores, diretores e chefes da produção. Em evidente crítica ao machismo e ao corporativismo masculino, Noxon sugeriu que os "valentões" que tinham "mau comportamento" no set deveriam ser chamados a se explicar em público. Pelo visto, essa história não acaba aqui. O divertido Glee ganha contornos repugnantes.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade