2 eventos ao vivo

Famosos ofuscam a própria carreira ao superexpor vida íntima

Produção artística fica em segundo plano quando se dá foco a romances, traições e separações

27 jul 2020
10h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

'Anitta assume namoro'. 'Anitta termina relacionamento'. 'Maiara chora após se separar de Fernando'. 'Mayra Cardi fala sobre traições de Arthur Aguiar'.
Essas manchetes são reais. Amostra mínima da superexposição voluntária — também conhecida como evasão de privacidade — produzida por inúmeros famosos. Algumas celebridades fazem questão de compartilhar a intimidade amorosa com as redes sociais. Não apenas os melhores momentos, mas também as situações que antigamente eram mantidas entre quatro paredes, distantes da curiosidade e do julgamento do público.

Mayra Cardi, Anitta e Maiara: alguns artistas romperam a divisão entre entre vida privada e vida pública
Mayra Cardi, Anitta e Maiara: alguns artistas romperam a divisão entre entre vida privada e vida pública
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

Essa profusão de relatos íntimos, teoricamente confidenciais, gera autopromoção ambígua. O famoso em questão ganha publicidade espontânea na imprensa e na web, porém, ao mesmo tempo, alimenta a depreciativa corrente de fofocas a respeito de si mesmo. A carreira passa a ficar em segundo plano. Pouco se fala a respeito do que produzem.

Estimulada, a plateia virtual demonstra mais interesse por rumores e escândalos. Gosta de assistir à desgraça e à infelicidade de quem ostenta sucesso e influência. Não sem tomar parte, obviamente. Parcela relevante dessa mesma audiência desqualifica o artista ao acusá-lo de ser indiscreto, chamativo, egocêntrico. E, não raro, o famoso que se expõe excessivamente em um momento é aquele que, a seguir, reclama da falta de privacidade e do preço pela fama. "A celebridade é uma contradição", escreveu o incontestável poeta português Fernando Pessoa.

Esse fenômeno de exibição da vida particular tem sido estudado por sociólogos, filósofos e psicólogos. Na outra ponta, como beneficiária, está a mídia, especialmente os veículos que oferecem espaço aos artistas e às subcelebridades. Cada manchete a respeito de novo namoro, suposto adultério, briga de casal, rompimento conjugal e afins vira uma isca para atrair cliques, gerar audiência e impulsionar anúncios. Nós, da imprensa, damos discutível estímulo a esse comportamento indiscreto e à temerária indústria da superexposição.

Os incontáveis affairs de Anitta, a interminável novela da separação de Mayra Cardi e Arthur Aguiar e as lamentações online de Maiara viram entretenimento para o escapismo. Muitas pessoas consomem a vida dos artistas — no seu melhor e também no que há de pior — para fugir da própria realidade. E assim acontece a realimentação entre quem se vulnerabiliza voluntariamente e o devorador da superexposição alheia.

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade