0

Bolsonaro ataca Bonner: “Sem-vergonha, maior canalha”

Presidente questiona diferença salarial entre o âncora e a colega Renata Vasconcellos e lança grave acusação de corrupção contra a Globo

7 jan 2021
14h02
atualizado às 14h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ao sair do Palácio da Alvorada nesta quinta-feira (7), Jair Bolsonaro parou para conversar com apoiadores. O presidente fez ataque pessoal contra o apresentador e editor-chefe do ‘Jornal Nacional’, William Bonner. Alguns vídeos da ofensiva verbal circulam nas redes sociais.

Apesar da fala calma, Bolsonaro destilou sentimentos pesados contra o ‘inimigo’ Bonner
Apesar da fala calma, Bolsonaro destilou sentimentos pesados contra o ‘inimigo’ Bonner
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

“William Bonner, sem-vergonha”, disse Bolsonaro. Ele reagiu a uma matéria do ‘JN’ sobre a demora do governo em comprar seringas e agulhas para a vacinação contra a covid-19. “William Bonner, por que teu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar mesmo (o governo dele)”, disse.

“Quase três bilhões por ano (de publicidade governamental) para a imprensa e grande parte para vocês (do Grupo Globo). Acabou a grana”, complementou. “Outra coisa, que vergonha, você defende tanto salário igual de homem e mulher, né? Por que a Renata ganha metade do que você ganha? Por que você não fala?”, questionou o presidente.

E a artilharia pesada não parou por aí. “Por que, William Bonner, você não fala do 1 bilhão e 700 milhões de reais roubados, desvi... roubados por seu patrão Roberto Marinho, de acordo com o doleiro Dario Messer?”

Em agosto de 2020, Bonner leu nota no ‘Jornal Nacional’ na qual a família Marinho negou denúncia publicada no site da revista ‘Veja’ sobre supostas entregas de dólares e operações de câmbio não declaradas que Messer teria feito a Roberto Irineu Marinho e João Roberto Marinho, segundo o doleiro disse em depoimento de sua delação premiada.

Em outro momento da conversa de hoje com simpatizantes, Bolsonaro retomou o ataque ao principal âncora da Globo. “Bonner, você é o maior canalha que existe. Canalhas. O tempo todo mentindo (sobre seu governo).” Resta conferir se William Bonner e a Globo vão responder a Bolsonaro.

Pouco depois, o presidente voltou a defender o voto impresso. Fez uma previsão sobre o processo eleitoral de 2022 no Brasil— quando ele poderá tentar um segundo mandato — caso a votação em papel não for retomada. “Nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos”, disse, em referência aos protestos violentos de eleitores de Donald Trump, revoltados com hipotéticas fraudes nas urnas.

 

Veja também:

Em meio à pressão por impeachment de Bolsonaro, Aras insinua 'estado de defesa'
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade