0

As 7 maiores polêmicas na vida da repórter Gloria Maria

20 set 2016
08h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Sala de TV

Gloria Maria faz parte do cotidiano dos telespectadores da Globo há 45 anos. A jornalista entrevistou astros do cinema e da música, cobriu grandes tragédias, fez mais de 150 viagens para gravar matérias e apresentou o Fantástico por uma década.

Longe das câmeras, é uma socialite que circula pelos eventos mais badalados do Rio e uma personagem frequente das revistas sobre celebridades.

Muitas vezes ela virou notícia. E nem todas as manchetes foram positivas. O blog selecionou algumas polêmicas na carreira e na vida pessoal da repórter mais famosa da TV brasileira.

Cinquentona ou sessentona? - A idade verdadeira de Gloria Maria já virou lenda urbana. Ela jura ter nascido em 1959. Estaria com 57 anos. Mas estreou na Globo em 1971. Ou seja, teria apenas 12 anos na época! Em 2014 circulou na internet uma suposta imagem da tela de um computador da emissora, indicando o que seria a real data de nascimento da jornalista: 15/8/1949. Gloria Maria estaria, então, com 67 anos. Como não há comprovação da vericidade da informação, o mistério continua.

'Negro não entra' - Na década de 1970, Gloria Maria foi barrada na porta de um hotel de luxo, na zona sul do Rio. "Preto tem que entrar pela porta dos fundos", disse o gerente. A jornalista chamou a polícia e usou a Lei Afonso Arinos contra a discriminação racial no Brasil. O funcionário que a ofendeu foi demitido. O caso gerou ruidosa repercussão na época.

Sofrimento na pele - Durante os 10 anos nos quais comandou o Fantástico, a apresentadora sofreu inúmeros ataques racistas por carta e e-mail. "Atingia a minha alma e o meu coração. Mas nunca fraquejei, nunca desisti", escreveu numa rede social. A Globo recebia ligações de telespectadores exigindo que Gloria Maria fosse substituída por uma apresentadora branca.

Bate-boca com o general - A jornalista contou algumas vezes que virou desafeta do presidente João Batista Figueiredo, último do regime militar. Os dois tiveram uma discussão que foi ao ar no Jornal Nacional. "Desde esse dia, passou a me odiar. E onde eu chegava, dizia para a segurança: 'Não deixa aquela neguinha chegar perto de mim'", contou Gloria Maria ao Projeto Memória Globo.

Namorados gringos - Ainda no aspecto racial, Gloria Maria foi alvo de comentários por supostamente se relacionar apenas com homens brancos e, quase sempre, estrangeiros. "Já namorei negros, sim, só que não são conhecidos", respondeu a jornalista ao site da colunista Lu Lacerda. Aos que a acusaram de rejeitar a própria raça, a repórter disse que sempre teve "orgulho de ser negra".

Rejuvenescer a qualquer preço - Gloria Maria é assumidamente obcecada em retardar o envelhecimento. Toma mais de 90 pílulas de vitaminas todos os dias. Consome também chá de ninho de passarinho. O ninho é importado da Tailândia e custa mais de mil reais cada um.

Maconheira? - A polêmica mais recente protagonizada pela jornalista foi suscitada por matéria gravada na Jamaica e exibida no Globo Repórter. Em visita a uma comunidade rastafári, Gloria Maria experimentou maconha e a internet pirou! A experiência rendeu milhares de memes, tuítes e posts no Facebook. Os críticos mais exaltados acusaram a jornalista de estar "velha" para começar a usar cannabis e de fazer apologia das drogas. A repórter reagiu com bom humor aos ataques virtuais.

Veja também:

Pessoas que dão 'match' com obras de arte
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade