PUBLICIDADE

Angelina Jolie é mãe de brancos, asiáticos, negra e trans

Atriz e diretora sempre quis ter uma família grande e diversificada racialmente

13 jun 2020 15h02
| atualizado às 15h07
ver comentários
Publicidade

Poucas mansões em Hollywood têm tanta diversidade étnica quanto a de Angelina Jolie. A estrela e cineasta, de 45 anos, construiu uma bela e representativa família.

Angelina Jolie com sua prole em sessão especial de exibição do filme O Menino Que Descobriu o Vento, da Netflix, em Nova York
Angelina Jolie com sua prole em sessão especial de exibição do filme O Menino Que Descobriu o Vento, da Netflix, em Nova York
Foto: Monica Schipper / Netflix / Divulgação

O primeiro filho, Maddox, foi adotado em 2002, aos sete meses, em um orfanato no Camboja, País do Sudeste da Ásia onde a atriz filmou Lara Croft: Tomb Raider.

Três anos depois, Jolie oficializou a adoção de Zahara, quando a menina nascida na Etiópia, no leste da África, tinha seis meses. A garota superou várias doenças decorrentes da desnutrição e do ambiente insalubre onde a família biológica vivia.

Em maio de 2006, Angelina deu à luz Shiloh Nouvel, primeira filha com o então companheiro Brad Pitt. Para evitar o assédio da imprensa nos Estados Unidos, o casal decidiu que o parto seria na Namíbia, no sudoeste africano.

Mais badalados astros da época, eles venderam as primeiras fotos do bebê para as revistas People e Hello! por 8 milhões de dólares, o equivalente hoje a 40 milhões de reais. A renda foi 100% doada a organizações de caridade.

Logo cedo Shiloh manifestou a vontade de se vestir e comportar como menino. Os pais não fizeram objeção. Na adolescência, se assumiu transexual e passou a fazer tratamento hormonal para bloquear as características femininas.

Angelina quis outro filho adotivo. Em viagem ao Vietnã adotou um menino órfão de 3 anos. Deu a ele o nome Pax Thien. Pouco depois, a estrela ficou grávida. Nasceram os gêmeos Knox e Vivienne em um hospital no sul da França, onde o casal Jolie-Pitt tinha um castelo.

As fotos de apresentação das crianças, negociadas com publicações americanas e britânicas, renderam 14 milhões de dólares (cerca de 60 milhões de reais) a projetos beneficentes.

Assim, Angelina ficou com três filhos biológicos, sendo um deles transexual, e outros três adotivos de diferentes origens étnicas. Um clã multirracial e integrado à comunidade LGBT+.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade