PUBLICIDADE

Tony Tornado relembra encontro com Janis Joplin: 'Peguei-a no colo'

O ator e cantor esteve no programa 'Altas Horas' e contou sobre o dia em foi socorrer a americana que estava caída em uma praia do Rio de Janeiro

25 fev 2024 - 12h08
Compartilhar
Exibir comentários

O ator e cantor Tony Tornado foi um dos convidados do programa Altas Horas, da TV Globo, na noite deste sábado, 24. Tony participou de um homenagem aos anos 1970 e cantou a música BR -3, um grande sucessos no Festival Internacional da Canção em 1971.

Tony, de 93 anos, também relembrou muitas histórias de seu início de carreira para o apresentador Serginho Groisman. Nos anos 1970, recém-chegado dos Estados Unidos, onde morou por um tempo, ele foi trabalhar como segurança em boates do Rio de Janeiro. Na época, ele também se apresentava como cantor.

Certo dia, foi chamado pelo roqueiro Serguei para socorrer uma mulher que estava caída na praia. Tony conta:

"Certa noite, o Serguei me chamou e disse: 'Tem uma moça caída lá na praia, que, acredite se quiser, é a Janis Joplin.' Peguei a Janis no colo, eu era muito forte na época, tirei da praia, vim com ela até a boate onde nós cantamos, dei banho nela, colocamos em cena e ela cantou até as 7 da manhã. De manhã já tinha carro de bombeiro na porta, estava uma multidão lá."

Janis Joplin durante o carnaval do Rio de Janeiro, em 1970
Janis Joplin durante o carnaval do Rio de Janeiro, em 1970
Foto: Aquivo/Estadão Conteúdo / Estadão

A boate em questão era a Porão 73, no bairro do Leme, na zona sul do Rio de Janeiro. Janis teria tentado organizar uma apresentação ao ar livre, mas a pressão da ditadura militar vigente na época no Brasil fez com que os planos da cantora não fossem para frente.

Além de cantar - e aprontar bastante - Janis também assistiu aos desfiles das escolas de samba do Rio e passou pela Bahia. Janis morreu cerca de oito meses após sua passagem pelo País.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade