0

Estátua de Tom Jobim é inaugurada na Orla de Ipanema

Monumento feito em argila e bronze mostra o cantor e compositor carregando um violão

8 dez 2014
13h56
atualizado às 14h53
  • separator
  • comentários

Uma estátua em homenagem ao compositor Tom Jobim foi inaugurada nesta segunda-feira (08), no vigésimo aniversário de sua morte, na orla de Ipanema, no início da Avenida Viera Souto, próximo ao Arpoador.

Siga Terra Diversão no Twitter

O monumento, feito de argila e bronze, é de autoria da escultora Cristina Mota. A estátua reproduz Tom aos 33 anos, caminhando e carregando um violão sobre o ombro direito.

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

A cerimônia contou com a presença de autoridades locais e familiares do músico.

Várias músicas do repertório de Tom Jobim, entre elas Garota de Ipanema , Desafinado , Samba do Avião  e Chega de Saudade  foram interpretadas no calçadão pelo sexteto Terra Brasilis, escolhido pela família do compositor para a cerimônia.

A viúva de Tom, Ana Jobim, disse à Agência Efe que a homenagem é "um dia especial e triste" e que a música criada por Tom permanecerá na lembrança dos brasileiros. "É sempre emocionante e acho que sua lembrança é algo que nunca se apagará do coração das pessoas, dos brasileiros, dos cariocas", afirmou a viúva.

Maria Luiza Jobim, filha do autor, disse que seu pai "eternizou a música carioca e brasileira pelo mundo" e, agora, com a estátua, a família foi homenageada "outra vez".

Outro filho do compositor, Paulo Jobim, elogiou o lugar escolhido para a estátua, já que seu pai passou sua infância em Ipanema e costumava mergulhar e pescar no mar do Arpoador.

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim nasceu no Rio de Janeiro em 1927: foi pianista, cantor, violonista, parceiro de Vinícius de Morais, Chico Buarque, Toquinho, Elis Regina e um dos fundadores da Bossa Nova.

Durante 40 anos de carreira, compôs mais de 400 canções, que além de serem interpretadas pelos maiores cantores e cantoras da música brasileira também pararam nas vozes de nomes como Frank Sinatra, Ella Fitzgerald e Sting.

Tom Jobim morreu em Nova York em 8 de dezembro de 1994, aos 67 anos, vítima de uma parada cardíaca enquanto tratava de um câncer de bexiga.

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Teste dos emojis da música Teste dos emojis da música

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade