PUBLICIDADE

MC Daniel é intimado a depor em processo de agressão e dano moral

Vítima quer R$ 91 mil de indenização; cantor ainda não se pronunciou sobre o assunto

28 nov 2023 - 08h47
(atualizado às 09h20)
Compartilhar
Exibir comentários
MC Daniel, cantor
MC Daniel, cantor
Foto: @instagram

MC Daniel, de 25 anos, foi intimado a depor nesta quarta-feira, 29, devido a uma ação por danos morais movida por adolescente. O rapaz de 17 anos afirma que foi agredido durante o show do funkeiro, em setembro de 2022, em Ourinhos (SP), e pede uma indenização de R$ 91 mil por uso indevido de imagem.

De acordo com os autos do processo obtidos pelo jornal Extra, as agressões teriam partido de um dos seguranças de MC Daniel, que é acusado de ter incitado a atitude do funcionário, além de fazer chacota do rapaz. O processo corre na 2ª Vara Cível do Fórum de Santa Cruz do Rio Pardo desde março de 2023. 

Segundo depoimento, a vítima tentou subir ao palco em que estava MC Daniel para fazer uma foto com o cantor. O segurança, então, o retirou de lá com truculência e o empurrou para a plateia. De acordo com a vítima, Daniel ainda teria lhe chamado novamente ao palco, mas os seguranças da Lyon Produções, empresa que cuida da carreira do cantor, teria o levado para um canto e o agredido novamente, desta vez com socos na região do rosto e do corpo.

Em vídeos que circulam na internet, é possível ver o menor tentando subir ao palco duas vezes e, na segunda tentativa, sendo impedido pelos seguranças. O jovem chegou a conversar e fazer fotos com o funkeiro e aproveitou para mostrar as marcas da agressão. Neste momento, MC Daniel reclamou da atitude do garoto.

Na ação, o jovem ainda alega que o cantor incentivou a plateia a gravar vídeos mostrando seu rosto, chamando-o de "comédia" e acusando de "estar bêbado, noiado e drogadão". Um laudo com as lesões do adolescente foi anexado ao processo.

Dias após o show, ao saber do processo, o funkeiro se pronunciou nas redes.

"Esse moleque aí é um puta de um mongo. Foi pro show bêbado, noia, drogadão, tentou me puxar, saí fora... Os caras, os fãs, deram um cacete nele. Depois ele foi no hotel, achei que ele estivesse armado e falei: 'Deixa ele encostar para trocar umas ideias'. Encostei e vi que ele não tava. Falei: 'Por que você fez isso?' Tenho os vídeos de tudo. Nem bati nele, não fiz nada. Faz tanto tempo que não faço esse tipo de coisa, que parei de ser um bad boy".

A reportagem do Terra tentou contato com MC Daniel, mas até a publicação desta matéria não houve retorno. O espaço segue aberto para futuros posicionamentos.

Agressão e traição: MC Daniel tem farto repertório de polêmicas Agressão e traição: MC Daniel tem farto repertório de polêmicas

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade