PUBLICIDADE

Frank McRae (1944-2021)

6 mai 2021 16h09
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Universal Pictures / Pipoca Moderna

Frank McRae, o ex-jogador de futebol americano que virou ator de filmes como "007 - Permissão Para Matar" e "O Último Grande Herói", morreu no último dia 29 de abril, aos 80 anos, em decorrência de um infarto.

McRae teve passagem breve pela NFL, a principal liga de futebol americano dos EUA, jogando pelo Chicago Bears e pelo Los Angeles Rams, mas sempre quis atuar, tanto que se forçou em artes cênicas. Em mais de 30 anos de carreira como ator, ele apareceu em cerca de 40 filmes, geralmente em papéis que se aproveitavam de sua grande estatura física.

Os primeiros trabalhos surgiram nos anos 1970, com participações em filmes de ação como "Shaft na África" (1973) e "Lutador de Rua" (1975). Amigo de Sylvester Stallone, ele também apareceu em três longas de ação do astro: "F.I.S.T." (1978), "A Taberna do Inferno" (1978) e "Rocky 2: A Revanche" (1979).

Mas McRae também fez comédias e dramas, contracenando com Sally Field em dois exemplos bastante distintos destes gêneros, "Se Não Me Mato, Morro!" (1978) e "Norma Rae" (1979).

Ele também foi dirigido três vezes por John Millius, nos cultuados "Amargo Reencontro" (1978), "Amanhecer Violento" (1984) e "Uma Vida de Rei" (1989). E cansou de aparecer em várias comédias famosas, como "1941: Uma Guerra Muito Louca" (1979), de Steven Spielberg, "Carros Usados" (1980), de Robert Zemeckis, "48 Horas" (1982), que lançou a carreira cinematográfica de Eddie Murphy, e "Férias Frustradas" (1983), que deu início a uma franquia com Chevy Chase.

Ainda participou da cultuada sci-fi da Terceira Idade "O Milagre Veio do Espaço" (1987), produzida por Spielberg, e encerrou sua melhor década como amigo de James Bond (na versão de Timothy Dalton) em "007 - Permissão Para Matar" (1989).

Nos anos 1990, preferiu zoar seus papéis em filmes de ação com participações em paródias como "Máquina Quase Mortífera" (1993), "Rapidinho no Gatilho" (1994) e a popular comédia "O Último Grande Herói" (1993), ao lado de Arnold Schwarzenegger.

A última aparição de McRae nas telas foi no drama "O Amor Permanece na Alegria", lançado em 2006.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade