1 evento ao vivo

Becky Mullen (1963 - 2020)

29 jul 2020
14h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Divulgação / Pipoca Moderna

A atriz e lutadora Becky Mullen, revelada no "GLOW" real dos anos 1980, morreu na segunda (27/7) aos 56 anos, após uma longa batalha contra um câncer que afetou rim, cólon e fígado.

Programa que inspirou a série homônima da Netflix, "GLOW" (Gorgeous Ladies of Wrestling) organizava lutas entre personagens vividos por atrizes iniciantes, modelos, dançarinas e dublês que tinham o sonho de entrar no mercado de entretenimento. A sigla significa Gorgeous Ladies of Wrestling (as deslumbrantes senhoras da luta livre) e uma das empresárias envolvidas em sua produção era a mãe do ator Sylverster Stallone. No Brasil, o programa foi exibido no SBT com o título de "Luta Livre de Mulheres".

Becky Mullen interpretava a personagem Sally the Farmer's Daughter (Sally, a filha do fazendeiro) e estreou junto do programa em 1986. Após o fim da atração, ela começou a aparecer em séries e até em clipes do rock cabeludo do começo dos anos 1990, como "Up All Night" da banda Slaughter e "Poundcake" do Van Halen.

Entre suas participações especiais, destaca-se um episódio de "Um Amor de Família", em que apareceu para lutar com Pamela Anderson num sonho erótico de Al Bundy (Ed O'Neill).

Ela também participou do humorístico "MADtv" e das séries "Renegado", "Cybill" e "Maré Alta" nos anos 1990, além de ter estrelado um punhado de filmes trash em que mulheres de biquíni ou lingeries enfrentavam o crime, como "Hard Hunted" (1993) e "Jogos Proibidos" (1995), e algumas produções de softcore lançadas direto em vídeo.

Com o sucesso de "GLOW" na Netflix, ela tinha retomado a persona de Sally num revival televisivo chamado de "The Original Ladies of Wrestling", que teve uma temporada exibida na plataforma Tubi no ano passado nos EUA.

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade