PUBLICIDADE

'Posso Te Contar um Segredo?': documentário perturbador da Netflix mostra stalker que perseguia mulheres no Reino Unido

Com apenas dois episódios, a minissérie da Netflix Posso Te Contar um Segredo? mostra como um perseguidor cibernético assediou suas vítimas no Reino Unido

19 fev 2024 - 15h30
(atualizado às 16h48)
Compartilhar
Exibir comentários

Investindo em produções true crime, a Netflix lança no dia 21 de fevereiro sua nova minissérie documental 'Posso Te Contar um Segredo?'. Com apenas dois episódios, a obra mostra as histórias de mulheres britânicas perseguidas por Matthew Hardy, um stalker cibernético que fez da vida delas um inferno — um retrato de uma situação bem mais comum do que muita gente pensa.

Foto: Netflix / Canaltech

O primeiro capítulo mostra as jovens recebendo notificações do stalker e, em seguida, uma avalanche de assédio. Sem saber quem está por trás desse pesadelo, elas precisam encontrar alguma resposta para a situação. Já a segunda parte mostra uma virada importante do caso, na qual os investigadores chegam até Cheshire, uma pequena cidade do Reino Unido, onde estão as provas dos crimes.

A princípio, Cheshire poderia ser encarado apenas como mais um chato da internet. Só que o seu modus operandi era bem mais metódico e abusivo do que apenas a "encheção de saco" que todo mundo está acostumado a ver nas redes. Após escolher suas vítimas, ele começava um minucioso trabalho de investigação sobre a vida das pessoas para poder ameaçá-las, chantageá-las e até abordava amigos e familiares de suas vítimas para coletar mais informações e, em alguns casos, até envolvia essas pessoas em seus crimes.

A partir de tudo isso, ele bombardeava e-mails e os celulares de suas vítimas de mensagens de teor bastante duvidoso. Com detalhes pessoais sobre a vida e a rotina de seus alvos em mãos, assim como alguns de seus segredos, essas vítimas não sabiam o quão perto o stalker poderia estar e nem o que ele estaria disposto a fazer — o que fez muita gente a adotar um comportamento paranoico dentro e fora da internet.  

Um dos principais desafios da polícia britânica foi conseguir provar quem era o autor por trás das ameaças, e levar esse caso à justiça. Matthew foi condenado a nove anos de prisão.

As melhores séries sobre psicopatas e true crime para ver no streaming As melhores séries sobre psicopatas e true crime para ver no streaming

Assim, o documentário 'Posso Te Contar um Segredo?' se debruça sobre essa história bastante pitoresca para mostrar não só apenas esse episódio bizarro das páginas policiais britânicas como também para alertar como a nossa exposição diária em redes sociais pode servir de munição para malucos como CHeshire.

A perseguição por trás das telas 

Com o intuito de atormentar a vida de homens e mulheres desconhecidos, Matthew escolhia suas vítimas ao acaso e, em seguida, criava perfis falsos para fazer amizade com elas. Por vezes, ele também fingia ser um amigo ou familiar para coletar informações sobre eles que pudessem causar vergonha.

O stalker Matthew Hardy fez várias vítimas ao longo dos anos, em especial mulheres. (Divulgação/Netflix)
O stalker Matthew Hardy fez várias vítimas ao longo dos anos, em especial mulheres. (Divulgação/Netflix)
Foto: Canaltech

Quando finalmente ganhava a confiança das vítimas, enviava mensagens mentirosas com o intuito de constranger e criar rixas entre suas famílias. Uma das vítimas contou à imprensa dos Estados Unidos, que ele costumava agir de noite e que ela acordava com centenas de mensagens em seu celular. Ela ainda contou que o stalker fingia estar em sua cidade observando-a.

Apesar de tudo isso, demorou muito até que Matthew fosse finalmente preso. Conhecido da polícia (e até mesmo processado), ele agiu por pelo menos uma década quase impunemente. Em janeiro de 2022, ele foi finalmente condenado

a nove anos de prisão por cinco acusações de perseguição. Essa foi a sentença mais longa que um criminoso cibernético já recebeu no Reino Unido.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade