PUBLICIDADE

Nem Hannibal, nem Robin Hood: O pior filme de Ridley Scott é esta mistura de ação e aventura que foi um fracasso - e acumulou polêmicas

Nem mesmo um elenco composto por Christian Bale, Sigourney Weaver e John Turturro conseguiu salvar o longa.

5 dez 2023 - 14h35
Compartilhar
Exibir comentários

Como diretor, Ridley Scott tem mais de 20 filmes no currículo. Se durante a carreira o cineasta foi capaz de dar vida a obras aclamadas como Blade Runner, Alien e Gladiador, ele também precisou lidar com sua leva de reveses - e hoje, falaremos aqui daquele que é considerado o seu pior trabalho.

No final de 2014, Scott entregava aos cinemas Êxodo: Deuses e Reis, um filme de ação e aventura que conta a história de Moisés. Apesar de um grande elenco (Christian Bale, Sigourney Weaver, John Turturro), a produção não aguentou as pesadas críticas, sucumbindo nas bilheterias. A arrecadação beirou os 268 milhões de dólares, o que não é muito se compararmos ao orçamento de 140 milhões.

A verdade é que Exodus: Gods and Kings (no original) foi uma obra polêmica, desagradando mesmo a parcela cristã que assistiu ao longa. Para se ter ideia, o diretor justificou a abertura do Mar Vermelho com uma espécie de terremoto subaquático, focando em desastres naturais para basear os milagres de Moisés - e com isso se distanciando da narrativa bíblica.

Foto: Adoro Cinema

Para completar, durante uma entrevista coletiva para divulgação do filme, Christian Bale afirmou que Moisés "provavelmente era esquizofrênico", além de "um dos indivíduos mais bárbaros sobre os quais já havia lido".

Após o lançamento, a película foi proibida no Egito, no Marrocos e nos Emirados Árabes Unidos. Co…

Leia o artigo em AdoroCinema

Um dos melhores filmes de Ridley Scott acabou pagando 5 milhões a um ator, apesar de não ter feito absolutamente nada

Napoleão: O que é verdadeiro e o que é ficção em épico histórico dirigido por Ridley Scott?

"O livro de Stephen King é melhor": Ridley Scott afirma que Stanley Kubrick destruiu O Iluminado e explica sua conexão inesperada com o final de Blade Runner

Um dos melhores filmes de Ridley Scott deste século: Fracassou injustamente nos cinemas, mas é mais épico que Napoleão

Adoro Cinema
Compartilhar
Publicidade
Publicidade