PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

'Guerra Civil' estreia no cinema focando na polarização

Trata-se de um filme feito para gerar polêmica

19 abr 2024 - 06h45
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Guerra Civil é um filme estrelado por Kirsten Dunst e Wagner Moura, que conta a história de um grupo de jornalistas de guerra viajando pelos Estados Unidos durante uma guerra civil entre Califórnia e Texas.
'Guerra Civil' estreia no cinema focando na polarização:

“Guerra Civil”, novo filme do diretor Alex Garland (“Ex-Machina”, “Aniquilação”) e estrelado por Kirsten Dunst, Wagner Moura e Cailee Spaeny, estreou nos cinemas brasileiros e é, desde já, o maior momento de Wagner Moura em Hollywood, alavancando de vez sua carreira internacional.

A história do filme gira em torno de um grupo de jornalistas de guerra que viaja pelos Estados Unidos em meio uma guerra civil. Os estados da Califórnia e Texas, contrariando todas as expectativas, deixam de lado suas diferenças para se unir contra o governo norte-americano, dividindo o país com focos rebeldes em todo o seu território.

Em meio a esse conflito, conhecemos Lee Smith, uma famosa fotógrafa de guerra interpretada por Kirsten Dunst; e Joel, um jornalista vivido por Wagner Moura que pretendem conseguir uma entrevista com o presidente dos Estados Unidos.

Acompanhados de um jornalista veterano, interpretado por Stephen Henderson (de "Duna") e uma jovem fotógrafa (Cailee Spaeny, de "Priscilla"), o grupo viaja pelos Estados Unidos, registrando a realidade dos dois lados da guerra, da indiferença de alguns ao conflito e da intolerância cega de outros. E, obviamente, acabam sendo engolidos pelos extremos dessa polarização.

“Guerra Civil” é um filme feito para gerar polêmica, mas também para que reflitamos sobre os horrores de uma guerra que pode estar bem mais perto de nós do que imaginamos. 

Já é o maior sucesso de bilheteria da produtora A24 (se considerarmos o desempenho do filme em seu primeiro fim de semana nos cinemas norte-americanos) e a expectativa é que ele também se saia bem no Brasil, graças ao apelo da presença de Moura.

Assista ao vídeo com o comentário de Rodrigo James.

(*) Rodrigo James é jornalista, criador de conteúdo e publica semanalmente a newsletter MALA com notícias, críticas e pensatas sobre cultura pop e entretenimento.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade