0

Criador da Burberry leva contrastes britânicos à passarela de Londres

18 fev 2019
10h26
  • separator
  • comentários

Riccardo Tisci, diretor criativo da Burberry Group, evocou seus dias de estudante de moda na Londres dos anos 1990 para seu segundo desfile para a grife de luxo no domingo, apresentando uma coleção que ele disse ver o Reino Unido como um país de contrastes.

Modelo desfila criação da Burberry durante Semana de Moda de Londres
17/02/2019 REUTERS/Henry Nicholls
Modelo desfila criação da Burberry durante Semana de Moda de Londres 17/02/2019 REUTERS/Henry Nicholls
Foto: Reuters

Ao mostrar a linha outono/inverno 2019, batizada de "Tempestade", o estilista italiano vestiu as modelos, entre elas Gigi Hadid e Natalia Vodianova, tanto em peças de streetwear quanto nos trajes mais elegantes e tradicionais de dia e noite da marca britânica.

Duas salas com música diferentes, como thumping rap, instrumental e trechos de boletins de notícias, enfatizaram a ideia de contrastes do desfile, que começou com looks ousados de jaquetas puffer e acolchoadas, camisas polo largas, tops espartilho, vestidos estilo camisola e calças largas estilo moletom.

Uma jaqueta tinha a bandeira britânica flutuando nas laterais, e várias tinham ornamentos de pele artificial ou caudas.

A estampa xadrez clássica da Burberry apareceu em trench coats e outras peças, assim como o monograma TB com as iniciais do fundador da grife, Thomas Burberry. Os sapatos consistiam de tênis e botinhas com estampas que lembravam pele animal.

Após a moda casual vieram combinações sob medida com casacos ornamentados, vestidos cilhados na cintura e camisas com pregas. O trench coat clássico da Burberry veio desconstruído e incluiu um poncho usado com saltos ornamentados.

A moda masculina consistiu de uma variedade de casacos grossos com capuz sobre calças sob medida, às vezes com zíperes e macacões tricotados com gola larga.      

"Tenho pensado muito na Inglaterra como um país de contrastes, do estruturado ao rebelde e livre, e quis celebrar como estes elementos coexistem", disse Tisci em um comunicado.

"Minha primeira temporada com a Burberry disse respeito a começar a desenvolver meu alfabeto para a casa, a identificar novas letras e novos códigos. E agora estou começando a juntar estas letras para começar a escrever meu livro aqui, para formar o primeiro capítulo para uma nova era na Burberry."

Para a noite, Tisci apresentou vestidos em bege, preto e branco. Sua paleta de cores consistiu de bege com toques de laranja, marrom, vermelho e verde.

Nos bastidores, ele disse aos repórteres que a coleção tinha relação com a "liberdade no sentido do que os garotos precisam hoje... eles não têm mais a voz que tinham quando eu estava em Londres 20 anos atrás".

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade