8 eventos ao vivo

Robin Wright homenageia ao cinema noir em estreia como diretora

18 mai 2017
17h07
  • separator
  • comentários

A atriz americana Robin Wright estreou nesta quinta-feira como diretora com o curta "The Dark of Night", uma homenagem às grandes obras do cinema noir e que inaugurou a seção de clássicos da 70ª edição do Festival de Cannes.

"Sou atriz há 30 anos e gosto, mas atuar é algo muito solitário. Queria me envolver com todos os setores", disse Wright no início da projeção, avaliando seu novo passo como uma "experiência".

Após ter dirigido alguns episódios da série "House of Cards", no qual vive a primeira-dama dos Estados Unidos, Claire Underwood, a experiência por trás das câmeras em um projeto próprio representou uma "oportunidade de explorar", segundo a atriz, já que ela não precisou ficar presa ao estilo do sucesso do Netflix.

O curta-metragem de dez minutos narra o encontro entre uma mulher, um policial, uma garçonete e seu chefe em um típico restaurante dos EUA, o mesmo utilizado como cenário por Barry Levinson em seu primeiro filme, Diner, de 1982.

Wright explicou em Cannes que planeja repetir a experiência e deseja que outras mulheres sigam seus passos e façam ouvir seus direitos dentro da indústria cinematográfica.

"Devemos incentivar as novas gerações a se expressarem. Feminismo significa igualdade. E ponto. Um mesmo salário por um mesmo trabalho. Agora as coisas têm que avançar por parte daqueles que tomam as decisões e financiam os filmes, que em sua maioria são homens", disse a atriz em um debate anterior à exibição do filme.

Na conversa, que ocorre dias antes da estreia da quinta temporada de "House of Cards", Wright brincou e disse que o presidente dos EUA, Donald Trump, roubou todas as ideias dos roteiristas para a sexta temporada da série.

Wright também afirmou que gostaria de ver a ex-primeira-dama Michelle Obama à frente da Casa Branca. "Seria uma presidente formidável", avaliou.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade