2 eventos ao vivo

Carnaval do Rio

Com Paulo Barros e Claudia Leitte, Mocidade levanta Sapucaí

Rudy Trindade / Frame
16 fev 2015
02h25
atualizado às 02h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Não tem jeito. Paulo Barros é Paulo Barros. Após ganhar fama na Unidos da Tijuca, o carnavalesco, que divide opiniões com suas "invencionices", estreou na Mocidade Independente de Padre Miguel e, como de praxe, empolgou a Sapucaí com fantasias e carros alegóricos surpreendentes. Sob incessante chuva, não faltaram surpresas na apresentação da escola, que foi a terceira a desfilar neste domingo, primeiro dia do Carnaval do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Ah, a Mocidade teve também Claudia Leitte estreando no Rio logo como Rainha da Bateria!

O enredo foi utópico e deixou a mente do carnavalesco ir longe (ás vezes até demais): “se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só te restasse um dia?” foi a frase que veio logo no carro abre-alas e convidou o público a acompanhar diversas possibilidade ao longo de quase uma hora e 20 minutos de desfile.

Todas as alas vinham com uma placa na frente mostrando ao público inúmeras opções – muitas até exageradas apenas para aumentar a capacidade da escola e estendendo o enredo. O samba-enredo não empolgou muito, mas a escola brilhou com detalhismo em alegorias e fantasias que empolgaram o público na passarela do samba. O carnavalesco, mais uma vez, tirou a folia carioca da mesmice e ouviu gritos de "é campeão" ao fim do desfile.

Olha o que teve de mais legal no desfile da Mocidade Independente de Padre Miguel:

Paulo Barros, o Neymar do Carnaval

A Mocidade veio para o Carnaval de 2015 com bala na agulha: campeão de três dos últimos cinco carnavais com a Unidos da Tijuca, o carnavalesco Paulo Barros, maior nome da atualidade e que desperta sentimentos distintos do grande público, trocou de escola e foi contratado para organizar o desfile da agremiação de Padre Miguel. Suas maluquices e invencionices estiveram presentes na apresentação, é claro. O profissional é tão forte que o nome dele foi primeiro lugar dos trending topics do Twitter durante a apresentação, superando a própria escola. Veja alguns abaixo:

Arrasa, Claudia Leitte!

<p>Cláudia Leitte esteve à frente da bateria da Mocidade</p>
Cláudia Leitte esteve à frente da bateria da Mocidade
Foto: Rudy Trindade / Frame

Não foi só nos bastidores que a Mocidade Independente de Padre Miguel se reforçou. Logo à frente da bateria, a cantora Claudia Leitte estreou com uma honra gigante no Carnaval do Rio de Janeiro: foi Rainha de Bateria da agremiação. Pois é, a beldade trocou os blocos e o axé baiano pela Sapucaí por uma noite e não deixou a desejar. A aguardada apresentação da linda cantora encantou o sambódromo com samba no pé e os rebolados tradicionais da Claudinha. Em muitos momentos, contudo, ela mais cantou do que sambou na avenida e dividiu opiniões. A fantasia de sol também não foi perdoada pela internet. Confira tweets:

Mestre sala e porta-bandeira à frente da comissão de frente?

<p>Comissão de frente da Mocidade pega fogo no meio do desfile.</p>
Comissão de frente da Mocidade pega fogo no meio do desfile.
Foto: Ide Gomes / Frame

A Mocidade levou para a Sapucaí uma situação inusitada: o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diogo Jesus e Lúcia Nobre, vieram à frente da comissão de frente, que por regulamento abre os desfiles. Houve votação das escolas, que permitiram a exceção. De fato, o casal fez parte da comissão em muitos momentos: no meio do desfile, em um dos pontos altos da apresentação, a comissão de frente, que representava um meteoro, “pegou fogo” com o mestre-sala e a porta-bandeira – as roupas realmente entraram rapidamente em chamas e o efeito não foi estragado pela chuva.

Fantasias inovadoras

<p>Mocidade cantou o "fim do mundo" na Sapucaí</p>
Mocidade cantou o "fim do mundo" na Sapucaí
Foto: Ide Gomes / Frame

A Mocidade levou fantasias diferentes e inovadoras para a Sapucaí. Com detalhismo extremo, teve ala com tamanho requinte que contava até com rodinhas para os componentes conseguirem desfilar. Outras alas coreografadas tinham integrantes carregando faixas pela avenida – uma simulou uma corrida de cavaleiros e outra surfistas em um“mar” criado do nada. A bateria apareceu com um cronômetro no chapéu, que contava o tempo para o fim do desfile – houve um problema com o objeto e o relógio marcou contagem quase 10 minutos diferente da oficial. Em determinado momento, os instrumentos dos ritmistas começaram a piscar nas cores da escola. Show!

É cada alegoria...

<p>Carros da Mocidade surpreenderam público</p>
Carros da Mocidade surpreenderam público
Foto: Vanderlei Almeida / AFP

O desfile do famoso carnavalesco é coisa de louco. Um dos carros trazia várias cabeças abertas com pessoas coreografando dentro. Até aí tudo bem. Mas não é que no meio do desfile, após um botão ser acionado, as cabeças começaram a girar de ponta-cabeça com os integrantes dentro? Parecia brinquedo de parque de diversões. Tudo muito combinado e ensaiado, é claro!

E o abre-alas, então? Moderníssimo, contou com um telão na frente que convidava o público a interagir com o desfile exibindo uma frase relacionada ao enredo em português e inglês: “se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só te restasse um dia?”.

Com Paulo Barros já apresentou em outros anos, coreógrafos eram parte integrante dos carros com ações que misturavam a máquina e o ser humano. As “alegorias humanas” ainda eram recheadas de tecnologia, seja telões de LEDs ou trilhos em movimento. Ah, diga-se de passagem, um carro chamado “andar pelado na chuva” contou com vários integrantes completamente nus. Isso mesmo, pelados. Outro teve casais em uma cama com edredom na vertical: homem com mulher, homem com homem, mulher com mulher, trios... Todos deixaram o preconceito longe da Sapucaí!

Baiana sofre queda durante o desfile

O escorregadio piso da Sapucaí com a chuva prejudicou uma das baianas. Durante o desfile, uma das componentes da ala caiu e precisou ser socorrida, já que não conseguia se levantar por causa do peso da fantasia. 

 

Conheça as Rainhas de Bateria do Carnaval 2015 Conheça as Rainhas de Bateria do Carnaval 2015

Famosas no Carnaval 2015: Seios, bumbum e pernas: De quem é a parte do corpo? Famosas no Carnaval 2015: Seios, bumbum e pernas: De quem é a parte do corpo?

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade