PUBLICIDADE

Sessão da tarde? Besouro Azul - Primeiras impressões

24 ago 2023 - 11h09
(atualizado às 11h15)
Compartilhar
Exibir comentários

Não se faz um bom churrasco sem farofa. Para um bom entendedor, dá pra sacar de cara que o conteúdo presente em Besouro Azul, apesar de utilizar o básico do roteiro de um filme de herói, entrega um bom filme, digno de "Temperatura Máxima", "Sessão da Tarde", entre outros quadros sessão-pipoca-em-família.

Bilheteria e primeiras impressões

Antes de mais nada, é importante dizer que "Besouro Azul" lidera as bilheterias nos Estados Unidos, América Latina e países asiáticos. A estreia de Bruna Marquezine no universo DC teve entre 86 e 90% de aprovação no famoso site de classificação de filmes, Rotten Tomatoes, o que fez a atriz e modelo vibrar nas redes, sendo uma vitória não só pra ela, mas pro Brasil, que cada vez mais vem furando bolhas ao exportar artistas relevantes.

O longa-metragem da DC fechou o fim de semana com faturamento mundial de US$43,4 milhões, segundo o portal Deadline. "Besouro Azul" dá aula quando o assunto é representatividade latina. Vi piadas assertivas, frases de impacto chatas, gestos e posicionamentos heroicos típicos da fase 1 da Marvel, mas também vi coração, empenho e entrega por parte dos atores, que apesar do roteiro clichê, tiraram excelentes risadas da sala de cinema 1 no Nova América, em uma sexta-feira qualquer.

Foto: AUR

Bruna brilhou, independente da barreira da linguagem. Por ser a primeira personagem do universo DC que não foi criada em uma "english speaking", pude sentir sua vontade de comunicar aos fãs brasileiros que seu movimento foi assertivo, que sua vontade de alcançar novos e maiores voos não se limita às passarelas.

Assumir o par romântico do protagonista nem sempre é uma tarefa fácil e Bruna não faz o papel de donzela em perigo: no roteiro, que se baseia na história original da HQ, vemos ela colocando a mão na massa pra resolver os problemas que colocou a família de Jaime Reyes, interpretado por Xolo Maridueña.

O filme, dirigido por Angel Manuel Soto, a partir do roteiro de Gareth Dunnet-Alcocer, tem como pilares do seu elenco Susan Sarandon (Thelma & Louise), George Lopez (As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl), Adriana Barraza (Rambo: Até o Fim) e Damián Alcazar (As Crônicas de Nárnia).

No fim, minhas impressões foram positivas, apesar de sair da sala de cinema irritado com algumas piadas e frases de impacto clichês, mas me pegando nos últimos dias rindo de algumas delas. Assim, daqui há alguns anos, não estranhem se eu estiver fora das redes, vendo o filme na hora de almoço junto com a família. Essa é a proposta do longa. 

Até o próximo filme.

AUR
Compartilhar
Publicidade
Publicidade