PUBLICIDADE

Florença reabre museu científico mais antigo da Europa

Museu Specola passou por um grande processo de revitalização

22 fev 2024 - 12h42
(atualizado às 12h57)
Compartilhar
Exibir comentários

Após permanecer quatro anos fechado em virtude de uma grande obra de revitalização, a cidade de Florença, na Itália, reabriu ao público o museu científico mais antigo da Europa.

O local, chamado de Museo della Specola, é conhecido por sua coleção de modelos anatômicos em cera do século 18. O espaço foi inaugurado em 1775 e fica no Palazzo Torrigani.

A intervenção, que custou por volta de seis milhões de euros, criou novas salas dedicadas aos primórdios da modelagem em cera, das ceras botânicas e da mineralogia Um dos principais destaques das novas alas é uma coleção de pedras trabalhadas que pertencia aos Medici, poderosa família italiana de banqueiros, políticos e artistas que comandou Florença durante o Renascimento.

A exposição também ilustra a evolução dos minerais com exemplares muito raros, desde turmalinas e hematitas de Elba até enxofre da Sicília, cristais de topázio e água-marinha do Brasil. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade