PUBLICIDADE

Chico Buarque lançará livro sobre sua infância na Itália

Cantor brasileiro viveu em Roma a partir de 1953

20 mai 2024 - 09h06
(atualizado às 11h27)
Compartilhar
Exibir comentários

O cantor e escritor Chico Buarque, um dos maiores ícones do movimento da Musica Popular Brasileira (MPB), deve lançar este ano um livro que narra de forma ficcional os quase dois anos em que viveu em Roma, na Itália, a partir de 1953.

    A "autoficção" intitulada "Bambino a Roma" conta as experiências do menino que emigrou com a família para Roma, quando seu pai, o historiador e cientista social Sérgio Buarque de Hollanda (1902-1982), foi contratado para trabalhar como professor na capital italiana.

    O livro será disponibilizado em pré-venda em junho e deve ser lançado em agosto. Editado pela Companhia das Letras, "Bambino a Roma" será o oitavo livro de ficção publicado por Chico Buarque, que em 2019 recebeu o Prêmio Camões por suas obras.

    O cantor é autor de livros como "Essa Gente", "O Irmão Alemão", "Budapeste" e "Leite Derramado".

    Em 1968, durante a ditadura militar (1964-1985), quando Chico era um artista consagrado e com músicas gravadas na Itália, ele e sua mulher, a atriz Marieta Severo, deixou o Brasil para um exílio voluntário no país europeu.

    No ano seguinte, Sílvia Severo Buarque de Hollanda Díaz, a primeira filha de Chico e Marieta, nasceu em Roma. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade