PUBLICIDADE

Sofisticação, conforto e tecnologia são as marcas do Virtus

Veículo se assemelha a um coupé e é o primeiro a utilizar recursos de Inteligência Artificial na América Latina

29 mar 2018 09h36
| atualizado às 10h23
Publicidade

À primeira vista, o design sofisticado chama a atenção para o Virtus, lançado nesse ano de 2018 pela Volkswagen. Mas vai muito além disso. Trata-se do primeiro sedan construído sobre a Estratégia Modular MQB no País e com utilização de recursos de Inteligência Artificial.

O Virtus traz novas concepções de aproveitamento de espaço interno e conforto. O modelo conta com design único e níveis de acabamento que seguem os mais rigorosos padrões de qualidade dos sedans da Volkswagen no mundo.

Com linhas curvas no teto, fluidez dos vincos e forte inclinação do vidro traseiro, o Virtus se assemelha a um coupé, mas com uma silhueta própria e moderna, além de lanternas traseiras que remetem aos modelos premium.

O Virtus chega ao mercado com 4,48 m de comprimento, 1,96 m de largura - incluindo o espelho retrovisor - 1,46 m de altura, e 2,65 m de entre-eixos, garantindo conforto total para motorista e passageiros. Além disso, ainda conta com um porta-malas de 521 litros.

Com a Estratégia Modular MQB, a Volkswagen reduziu o seu peso total e ao mesmo tempo fez dele um dos modelos mais seguros de seu segmento. Foram aplicados aços especiais de alta e ultra-alta resistência em mais de 50% da estrutura da carroceria.

No quesito segurança, vale também destacar o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão, item exclusivo no segmento, que aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida. O acionamento do Sistema de Frenagem Pós-Colisão se baseia na detecção da colisão inicial pelos sensores dos airbags, que são quatro.

O Virtus chega ao mercado com 4,48 m de comprimento, 1,96 m de largura, garantindo conforto total para motorista e passageiros
O Virtus chega ao mercado com 4,48 m de comprimento, 1,96 m de largura, garantindo conforto total para motorista e passageiros
Foto: Divulgação

O Virtus possui ainda recursos de comando de voz e navegação integrados, que se destacam pela facilidade de uso e interatividade. O infotainment Discover Media oferece também a tecnologia App-Connect, que permite ao usuário espelhar um smartphone compatível na central multimídia do carro usando as plataformas Android Auto, Apple Car Play ou MirrorLink.

Outro recurso é o sensor de fadiga, que detecta o cansaço do motorista e recomenda uma pausa. Ele analisa a forma como o motorista dirige e compara com os 15 primeiros minutos de direção. Em caso de desvio no comportamento, o equipamento dispara um alerta visual e sonoro, sugerindo uma parada.

Por falar em segurança, o Virtus é equipado de série com os sistemas ISOFIX e top-tether para fixação de cadeirinhas infantis. Além disso, motorista e passageiro do banco dianteiro contam com um alerta visual e sonoro para que estejam sempre com o cinto de segurança afivelado. 

O veículo oferece ainda luzes de condição diurna em LED ao lado dos faróis de neblina, o que permite uma maior segurança ao dirigir. E conta também com o Sistema Kessy, em que o condutor pode abrir e fechar as portas e dar a partida do motor por meio de um botão, tudo isso sem nem ao menos tirar a chave do bolso.

Inteligência artificial

O Virtus é o primeiro automóvel na América Latina a usar inteligência artificial para ajudar motoristas.  Ele oferece um “manual cognitivo” que usa a tecnologia do IBM Watson para responder aos motoristas questões sobre o veículo, incluindo informações contidas no manual do carro.

O recurso é acessado pelo aplicativo Meu Volkswagen, onde o usuário poderá realizar a pesquisa por texto ou comandos de voz, utilizando linguagem natural, como em uma conversa informal.

Active Info Display

O novo sedan conta com a segunda geração do Active Info Display, que substitui o painel de instrumentos analógico. Ele tem 10,25 polegadas, ou seja, o tamanho de um tablet. Sua resolução permite gráficos precisos e de alta qualidade, além de contar também com a opção de modo navegação, em que o velocímetro e o conta-giros são deslocados para os lados.

O veículo conta com a segunda geração do Active Info Display, que substitui o painel de instrumentos analógico
O veículo conta com a segunda geração do Active Info Display, que substitui o painel de instrumentos analógico
Foto: Divulgação

No Active Info Display, os instrumentos são implementados virtualmente via software. Somente as luzes/ícones na borda inferior do mostrador são instalados em hardware. Informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D.

As informações sobre as funções de condução, de navegação e de assistência podem ser integradas em áreas gráficas do velocímetro e conta-giros, conforme necessário. 

 

Fonte: Terra
Publicidade