PUBLICIDADE

O papel dos representantes comerciais na economia

Conselho Federal dos Representantes Comerciais (Confere) tem cerca de 1,5 milhão de trabalhadores registrados

20 dez 2019 18h58
ver comentários
Publicidade
Foto: VM

No momento em que o Brasil começa a dar sinais consistentes de retomada econômica, a atuação dos representantes comerciais ganha ainda mais importância no desenvolvimento social e econômico do País.

Para se ter uma ideia do tamanho da categoria, o Conselho Federal dos Representantes Comerciais (Confere) tem hoje cerca de 1,5 milhão de trabalhadores registrados. No Brasil, os representantes comerciais só podem atuar legalmente com registro profissional.

A atividade, reconhecida no Brasil desde 1942, e regulamentada em 1965, é o elo que une indústrias, empresas e pessoas de maneira confiável, o que garante segurança para as negociações.

Os representantes comerciais são responsáveis por apresentar soluções que impulsionam os negócios que vão desde as micro até os maiores conglomerados no País. Eles são os profissionais especializados em vendas, negociações, acordos, e relacionamento entre a indústria, o comércio, ou mesmo pessoas físicas.

Criado em 1966, o Confere abrange 24 Conselhos Regionais (Cores). Esse é o sistema responsável pelo registro profissional, que, vale lembrar, é obrigatório para a atividade da representação comercial no Brasil.

Para as empresas, ter representantes comerciais legalizados garante maior segurança em todo o processo comercial. Cabe ao Confere a fiscalização do exercício da profissão, não só sob o aspecto normativo, mas também punitivo, zelando pela ética no exercício da atividade.

O Confere tem atribuições do Estado para processar e julgar os casos que tenham origem em atos atípicos de responsabilidade dos profissionais e das empresas neles registrados, nas hipóteses previstas nos textos normativos que regem a profissão.

A responsabilidade dessa atividade delegada pelo Estado tem por objetivo a proteção da sociedade e a valorização do profissional.

Cabe ainda ao Conselho, por meio de processos administrativos, o julgamento do exercício profissional quanto aos aspectos legais e éticos, bem como a aplicação de penalidades estabelecidas pelos normativos que se vinculam à legislação específica da categoria.

A sociedade também se beneficia da atuação dos representantes comerciais, ainda que, muitas vezes, de maneira indireta. São eles que permitem a garantia de segurança, procedência e qualidade dos produtos que são disponibilizados no mercado para o consumidor final.

Fonte: VM   
Publicidade
Publicidade