PUBLICIDADE

Twitter agora permitirá anúncios sobre maconha nos EUA e Canadá

Mudança na política vem em meio a uma crise financeira na plataforma, que perdeu maioria dos anunciantes desde 2022

20 fev 2023 - 14h34
Compartilhar
Exibir comentários

O Twitter agora permitirá anúncios sobre a maconha em Estados onde a substância é legalizada, seja para uso médico ou recreativo, nos Estados Unidos e no Canadá. A empresa atualizou sua política sobre "drogas e parafernália" na última quarta-feira, 15.fev.2023.

Foto: Núcleo Jornalismo

O uso médico e recreativo da maconha é legalizado nacionalmente no Canadá. Nos EUA, o uso médico é permitido em 39 estados e o distrito de Columbia, enquanto o recreativo em 21.

COMO SERÁ? Antes de tudo, os anunciantes precisarão ser licenciados por autoridades nacionais e passarão por uma pré-identificação pelo próprio Twitter.

Para os anúncios, a nova política diz que os anunciantes apenas poderão promover suas marcas e empresas, mas não os produtos em si. A única exceção é para "produtos não comestíveis com um limite igual ou inferior a 0,3% de THC" definido por autoridades locais.

OUTRAS REGRAS. Os anunciantes também precisarão seguir uma série de regras e regulamentações sobre o marketing da maconha — como não usar personalidades famosas que chamem a atenção de menores de idade, entre outras.

  • Nos EUA, os anúncios só poderão aparecer em estados em que a substância é legalizada e para usuários com mais de 21 anos.
  • Já no Canadá, algumas províncias proíbem propaganda envolvendo maconha e os anunciantes não poderão ofertar anúncios para essas regiões.
Texto Sofia Schurig
Edição Laís Martins
Núcleo Jornalismo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade