PUBLICIDADE

Threads ganha verificação de fatos para combater desinformação

Meta permite que agências de verificação de fatos parceiras analisem conteúdos do Threads para checar se há desinformação nos posts

21 mai 2024 - 17h39
(atualizado às 21h12)
Compartilhar
Exibir comentários

O Threads agora conta com verificação de fatos para conter a desinformação entre os usuários. Segundo o chefe da rede social, Adam Mosseri, a checagem será realizada com apoio de parceiros da Meta, como acontece no Instagram e no Facebook. A novidade foi anunciada na última semana, no perfil pessoal do executivo no app rival do X/Twitter.

Foto: Dave Adamson/Unsplash / Canaltech

Checagem de fatos no Threads

A decisão da Meta expande os esforços para combater a desinformação em seus produtos. Segundo Mosseri, os verificadores de fatos ganharam a capacidade de avaliar o conteúdo da rede social por conta própria. 

Essa medida altera o funcionamento da confirmação de informações na plataforma. Antes, a empresa apenas comparava conteúdos falsos similares do Threads com base nas análises do Facebook e Instagram. Ou seja, não havia bem uma análise com foco no concorrente do X (ex-Twitter), e sim o compartilhamento de informações entre as redes. 

"Recentemente lançamos a capacidade de nossos parceiros terceirizados de verificação de fatos revisarem e avaliarem conteúdo falso em Threads", disse o executivo.

Apesar da estreia, ainda não há rastros de recursos na rede social para indicar se uma publicação traz desinformação ou não, como selos ou até mesmo uma nota explicativa. Contudo, entre as respostas ao anúncio de Mosseri, há um relato de uma publicação que foi penalizada por supostamente trazer conteúdo falso.  

O executivo também não informou se a empresa pretende liberar esses recursos para o Threads no futuro.

Publicado por @mosseri
Ver no Threads

Quase 100 agências em todo mundo

Após a publicação, uma pessoa perguntou quem seriam os parceiros responsáveis pela checagem das informações. De presto, Mosseri informou que a empresa tem parceria com quase 100 organizações em todo mundo, responsáveis por analisar e classificar a "desinformação viral em mais de 60 idiomas".

Em seguida, o chefe do Threads compartilhou um link que lista as agências em seus respectivos países (facebook.com), incluindo o Brasil, que conta com o apoio da AFP, Agência Lupa, Aos Fatos e Estadão Verifica para analisar as informações em português.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade