PUBLICIDADE

Stellantis confirma Leapmotor e rival do Dolphin Mini no Brasil

A Stellantis investiu mais de 1 bilhão de euros em uma joint venture com a chinesa Leapmotors. União deve trazer ao Brasil futuro rival do Dolphin Mini e SUVs

16 mai 2024 - 02h15
(atualizado às 04h30)
Compartilhar
Exibir comentários

A Stellantis, enfim, terá um carro elétrico de entrada lançado no Brasil para brigar com o campeão de vendas Dolphin Mini, mas ele não será de marcas já conhecidas em território nacional, como Peugeot, Citroën, Fiat ou Jeep. O modelo marcará a estreia da chinesa Leapmotor no país.

Foto: Divulgação/Stellantis / Canaltech

A joint venture, batizada como Leapmotor International, tem a Stellantis como principal acionista, com 51% de participação e mais de 1 bilhão de euros de investimentos. Assim, dará início aos negócios fora da China já em setembro de 2024. Em comunicado oficial, a montadora informou que o primeiro passo será dado na Europa, com a instalação de 200 pontos de venda até o final do ano.

"A criação da Leapmotor International é um grande avanço para ajudar a resolver a questão urgente do aquecimento global com modelos BEV de última geração que vão competir com as marcas chinesas existentes nos principais mercados em todo o mundo", disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares.

A chegada da Leapmotor à América do Sul deve acontecer logo depois, com Brasil e Chile abrindo as portas à companhia na região. "A parceria entre Leapmotor e Stellantis marca um avanço na integração global da indústria de veículos elétricos inteligentes da China", afirmou Zhu Jiangming, fundador, presidente e CEO da Leapmotor.

Leapmotor será trazida ao Brasil pela Stellantis e também terá SUV elétrico no portfólio (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Leapmotor será trazida ao Brasil pela Stellantis e também terá SUV elétrico no portfólio (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Foto: Canaltech

T03, o Dolphin Mini da Leapmotor

Um dos primeiros carros a serem lançados na América do Sul pela Leapmotor será o T03. O modelo vem sendo apontado como um futuro rival do Dolphin Mini, carro elétrico mais vendido do Brasil em março e abril.

O T03 é um subcompacto que mede 3,62 metros e tem 2,40 m de entre-eixos. O motor elétrico oferece 95 cv de potência e o alcance por carga, no ciclo europeu, é de 265 km. O carro conta com painel digital e central multimídia, além de bons recursos de assistência à direção, como frenagem de emergência e alerta de saída de faixa.

Leapmotor T03 é subcompacto com características para brigar com o BYD Dolphin (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Leapmotor T03 é subcompacto com características para brigar com o BYD Dolphin (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Foto: Canaltech

Mais carros da Leapmotor

O rival do Dolphin Mini não é a única novidade que a Stellantis pode trazer ao Brasil por meio da Leapmotor. A marca chinesa já tem registrado no país o C10, SUV de porte semelhante ao do Jeep Commander (4,74 m de comprimento e 2,83 m de entre-eixos).

Lá fora, o C10 é vendido em três versões, todas com motor elétrico de 231 cv e 32,6 kgf/m de torque. O alcance varia entre 410 e 530 km, no ciclo chinês, graças aos diferentes tamanhos de bateria (52,9 kWh ou 69,9 kWh). A última opção é híbrida, com um motor 1.5 aspirado atuando como gerador e uma bateria de 28,4 kWh, que dá alcance de 210 km no modo elétrico e autonomia combinada superior a 1.000 km.

Porte de Commander e muita tecnologia embarcada: esse é o C10, da Leapmotor (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Porte de Commander e muita tecnologia embarcada: esse é o C10, da Leapmotor (Imagem: Divulgação/Stellantis)
Foto: Canaltech

Os outros dois modelos do portfólio da Leapmotor são os chamados C01 e C11. O primeiro deles é um sedan executivo de 5,05 metros de comprimento que tem no luxo seu ponto forte. O C11, por sua vez, é um SUV de porte grande, também mais luxuoso que o C10, e que certamente faria sucesso por aqui. Ambos, por enquanto, não foram confirmados para o Brasil.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade