PUBLICIDADE

Novo recorde de eficiência em células solares orgânicas é alcançado

Com 19,31% de eficiência, cientistas de Hong Kong atingem novo marco no desenvolvimento de células solares orgânicas — alternativas às tradicionais de silício

5 jun 2023 - 18h40
(atualizado às 21h25)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma equipe de cientistas da Universidade Politécnica de Hong Kong (PolyU) conseguiu um novo marco no setor de energias renováveis. Os pesquisadores atingiram a eficiência de 19,31% em células solares orgânicas (CSOs) — também chamadas de células solares poliméricas.

Tornar a energia solar uma fonte mais barata e eficiente — em termos do quanto de energia solar recebida é aproveitada — é uma das principais missões dos cientistas e engenheiros que trabalham neste setor. Células orgânicas são uma alternativa para isso, já que possuem um custo reduzido, mas, em compensação, seu aproveitamento energético também é significativamente inferior ao alcançado com outros materiais.

Foto: Aromaticmoleculessmell/Wikimedia Commons / Canaltech

Células solares fotovoltaicas são tipicamente fabricadas com cristais de silício, mas outros metais elementos também podem ser utilizados, inclusive em conjunto com este metal. Até o momento, a célula solar com maior eficiência já desenvolvida apresenta 32,5% de conversão de energia.

Para que OSCs possuam viabilidade de aplicações práticas, é necessário que sua eficiência cresça e esta pesquisa, liderada pelos professores da PolyU Li Gang e Sze-Yen Chung, é um novo marco neste sentido. A principal contribuição da equipe foi o desenvolvimento de uma técnica que permite uma formação e ordenamento das moléculas muito mais ordenado do que as usadas anteriormente na fabricação das células de energia.

A equipe levou dois anos para aperfeiçoar a tecnologia e espera que ela sirva como um acelerador para outras pesquisas em células solares poliméricas. Li afirma que a próxima barreira a ser quebrada é a casa dos 20% de eficiência, mas isso não é a única coisa que os cientistas buscam. As células também devem apresentar "performance mais estável e outras vantagens únicas, como flexibilidade, transparência, baixo peso e cor customizável."

Fonte: Nature Communications via: PolyU

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade