PUBLICIDADE

Meta encerra ferramenta de monitoramento do Facebook e Instagram

Segundo a empresa, a ferramenta CrowdTangle será descontinuado no dia 14 de agosto deste ano

15 mar 2024 - 12h14
(atualizado em 18/3/2024 às 19h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Meta desativa ferramenta de transparência CrowdTangle (Imagem: Mariia Shalabaieva/Unsplash)
Meta desativa ferramenta de transparência CrowdTangle (Imagem: Mariia Shalabaieva/Unsplash)
Foto: Canaltech

Em ano de eleição municipal no Brasil, a Meta — empresa dona do Facebook, Instagram e WhatsApp —decidiu desativar ferramenta de monitoramento e transparência CrowdTangle. Segundo a empresa, o serviço será descontinuado no dia 14 de agosto deste ano, dois dias antes do início da veiculação de campanhas eleitorais

"Hoje, informamos aos usuários que o CrowdTangle será descontinuado a partir do dia 14 de agosto de 2024. Este período de cinco meses de aviso prévio visa fornecer às pessoas o tempo necessário para que possam concluir seus projetos atuais para os quais estejam utilizando a ferramenta", informou a Meta em um comunicado publicado nesta quinta-feira (14). 

No mesmo comunicado, a Meta informou ainda que, a partir de agora, a plataforma vai estar em "modo de manutenção", ou seja, apenas para correção de bugs.

Agora, a empresa pretende focar nas ferramentas Meta Content Library e a API, que "fornecem acesso a conteúdos públicos quase em tempo real de Páginas, Postagens, Grupos e Eventos no Facebook, bem como de contas de criadores e empresas no Instagram". 

Ferramenta importante para checagem de fake news

A Meta afirmou que o fim do CrowdTangle está associado a mudanças de tecnologia e regulatórias.

Porém, vale ressaltar que a ferramenta foi amplamente explorada por jornalistas e pesquisadores para detectar problemas nos produtos da Meta, como desinformação, discurso de ódio e spam

Reportagens publicadas pelo Aos Fatos, agência de checagem de notícias, o CrowdTangle foi uma ferramenta importante para realizar investigações online, ainda mais em um contexto de restrições de acesso a APIs de redes sociais. O recurso permite:

  • Obter informações de publicações no Facebook e no Instagram, como conteúdo, interações (curtidas, compartilhamentos e comentários), horário de publicação e taxa de performance (espécie de índice de viralização do post);
  • Criar listas de páginas, perfis ou grupos públicos para monitoramento;
  • Fazer pesquisas por publicações usando filtros por palavras-chave, tipo de publicação (texto, imagem ou vídeo), perfil ou página, período de tempo (sem limite para personalização), idioma, localização, entre outros parâmetros;
  • E ainda exportar todos esses dados em planilhas para análise.

O CrowdTangle foi fundamental para o trabalho do Aos Fatos. Para citar alguns exemplos:

  • Durante a pandemia de Covid-19, a ferramenta foi usada para medir o alcance de publicações do empresário Luciano Hang que disseminavam desinformação sobre a doença e para encontrar mentiras espalhadas sobre senadores da CPI da Covid-19;
  • No contexto da guerra da Ucrânia, o CrowdTangle foi útil para mostrar como imagens enganosas sobre o conflito estavam viralizando no Facebook;
  • E nas eleições de 2022, o recurso foi usado para reportar um aumento de publicações que associavam falsamente o então candidato Lula e o PT ao crime organizado.
Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade