PUBLICIDADE

Gemma | Google lança novo modelo de IA open source

O Google anunciou a chegada de um novo modelo de linguagem: Gemma é aberto, leve e baseado na tecnologia Gemini

21 fev 2024 - 18h28
(atualizado às 18h37)
Compartilhar
Exibir comentários

O Google segue firme no universo da inteligência artificial e a mais nova iniciativa da companhia é o grande modelo de linguagem (LLM) Gemma. O conjunto foi treinado e desenvolvido da mesma forma que o Gemini, a IA do Google lançada em dezembro de 2023, e se destaca por ser leve, aberto e ter foco em "garantir soluções de IA responsáveis e confiáveis" para desenvolvedores, explica a Big Tech.

Foto: Divulgação/Google / Canaltech

Modelo de linguagem é o nome que se dá à tecnologia que serve de base para a criação de novos produtos de inteligência artificial, e o Gemma será distribuído por meio do repositório KerasNLP para que empresas e desenvolvedores independentes o utilizem em soluções de IA adaptadas às suas necessidades.

"Uma família de modelos abertos leves e modernos, criados a partir da mesma pesquisa e tecnologia usada para criar os modelos Gemini", expõe o Google no site oficial da iniciativa.

Dois Tamanhos

Segundo a Gigante da Web, o LLM está disponível em dois tamanhos — Gemma 2B e Gemma 7B —, e ele supera "até mesmo alguns modelos abertos", nas palavras da empresa.

Em relação ao modelo LLAMA-2, da Meta, por exemplo, a versão 7B do Google se sai melhor mesmo quando comparada com a versão 13B — 64,3% contra 54,8% de aproveitamento em um teste MMLU, que mede a amplitude de conhecimento e capacidade de solução de problemas durante a fase de pré-treinamento.

Gemma se sai melhor que os modelos da Meta, revela o Google (Imagem: Divulgação/Google)
Gemma se sai melhor que os modelos da Meta, revela o Google (Imagem: Divulgação/Google)
Foto: Canaltech

Segurança e privacidade

Ainda conforme a empresa, os modelos Gemma são equipados com uma tecnologia que remove informações pessoais dos conjuntos de dados utilizados para treinar esses pacotes. Isso provavelmente deve livrar a companhia de alguns problemas quanto ao uso de informações indevidas especialmente em um modelo que vai ser usado por terceiros para criar novos produtos.

Também, o novo modelo de inteligência artificial conta com uma tecnologia de reforço construída com base em feedback humano a fim de evitar desvios de comportamento, ou seja, mais uma forma de proteger contra uso indevido da IA.

O site oficial — ai.google.dev/gemma — traz diversos guias de início rápido para facilitar a introdução de programadores ao universo Gemma. É possível, por exemplo, acessar exemplos de código no Kaggle, treinar e implementar o modelo no Vertex AI (a plataforma de IA dentro do Google Cloud) e ainda adaptar o sistema usando a tecnologia JAX dentro do Google Colab.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade