PUBLICIDADE

Embraer lança avião cargueiro com foco no e-commerce

A Embraer terminou seu projeto de conversão dos jatos E-190 em modelos cargueiros e deve fazer as primeiras entregas no começo de 2024

5 dez 2023 - 18h26
(atualizado às 22h01)
Compartilhar
Exibir comentários

A Embraer deu vida a uma nova aeronave cargueira. A fabricante brasileira transformou o E-190, um dos jatos regionais mais vendidos do mundo, em um avião de carga voltado para demandas do e-commerce.

Foto: Divulgação/ Embraer / Canaltech

Para lançar essa nova linha de cargueiros, a Embraer tomou atitudes inteligentes. Com a remoção de boa parte dos E-190 e E-195 da primeira geração do mercado, a fabricante iniciou a conversão desses modelos para atuar no crescente mercado de transporte aéreo de carga.

Com o E-190 Freighter, a ideia é atuar no segmento de comércio eletrônico, transportando itens de tecnologia e com maior valor agregado, já que são produtos mais leves. Isso pode dar às empresas facilidade na logística e, quem sabe, baratear um pouco o custo operacional.

A conversão de algumas unidades já começou e demanda esforços importantes da Embraer. Todo o interior da aeronave foi removido e trocado por um revestimento mais forte, sobretudo na região das portas. Além disso, a dianteira do avião precisa ser trocada por uma que possa ser aberta, de modo a facilitar a entrada dos contêineres.

Como é o E-190 Freighter?

O E-190 Freighter nada mais é do que um E-190 de primeira geração convertido em aeronave de carga. Suas capacidades operacionais, obviamente são modificadas e o avião passa a servir somente para o transporte de objetos.

Embraer ameaça Boeing e Airbus no mercado da carga (Imagem: Divulgação/Embraer)
Embraer ameaça Boeing e Airbus no mercado da carga (Imagem: Divulgação/Embraer)
Foto: Canaltech

Na conversão, o E-190 Freighter passa a ter 100 m³ de volume e 18 toneladas de carga máxima, com alcance operacional de 4.260km sem escalas.

Segundo a Embraer, na comparação com as versões cargueiras do Boeing 737 e do Airbus A320, a economia pode ser de 25% no custo por viagem. Até 2040, a Embraer planeja ter convertido mais de 700 unidades somando o E-190 e o E-195.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade