Monte seu e-commerce e divulgue sua marca no Terra

Como será a saúde mundial em 2022?

Sob um ponto de vista filosófico, entendemos os acontecimentos mais difíceis como grandes mestres

8 dez 2021 - 09h00
(atualizado às 09h13)
Compartilhar

Falar de saúde mundial tornou-se um tema necessário, pois desde março de 2020, vivemos sob o decreto de uma pandemia. Astrologicamente, sabemos que esses movimentos planetários, ou seja, que envolvem toda a população de um planeta, estão totalmente relacionados aos movimentos da natureza. Quando o Sol se uniu a Netuno em 8 de março de 2020, tínhamos a conjunção de 4 planetas poderosos, Marte, Júpiter, Saturno e Plutão, todos em Capricórnio, mostrando a todos a conexão entre o micro e o macro, entre o que acontece no céu e aqui, no planeta Terra. 

Como será a saúde do mundo em 2022?
Como será a saúde do mundo em 2022?
Foto: iStock

Sob um ponto de vista filosófico, entendemos os acontecimentos mais difíceis como grandes mestres, ou seja, a pandemia chega em um tempo que todos estamos sendo conduzidos para uma nova era, em que os paradigmas sociais devem passar por um processo de transformação. No entanto, a transformação social só acontece a partir da individual e grupal. 

Publicidade

Netuno e Plutão, são planetas que estão relacionados a vírus e a aprendizados que acontecem com toda coletividade. No entanto, Plutão estava unido a Saturno, outro planeta de aprendizados difíceis e a Júpiter, que nesse momento, acabou por ter sua fama de benfeitor arrefecida pelo peso e frieza desses dois planetas. Além disso, lá também estava Marte, o planeta da guerra, para intensificar ainda mais o potencial dessa energia. 

Marte estava em Capricórnio em março de 2020 e, em janeiro de 2022, ele retorna a esse signo, fechando assim seu ciclo, que dura, aproximadamente, dois anos. É bastante possível que quando Marte finalizar seu ciclo, que colaborou para o estrondo da pandemia, em março de 2020, começamos a sentir que, finalmente, podemos voltar a respirar, no sentido simbólico e real. Quando ele retornar a Capricórnio, em janeiro de 2022 e seu ciclo de dois anos for finalizado, começamos a finalizar esse difícil ciclo de doença global. É claro que 2022 será o ano em que vamos olhar para os destroços e enfrentar os danos colaterais e estragos deixados por esse ciclo. É uma esperança. 

Em 2022 teremos Júpiter em Peixes, ao menos por seis meses, um planeta benéfico em um signo que traz em si a possibilidade de paz e cura. Acredito que os casos serão cada vez menores, com números de morte menores ainda, especialmente por conta da vacinação em massa. Todos voltaremos, obviamente devagar, a sentir esperança e fé renovadas, relacionadas aos nossos projetos de vida, tanto a pessoal quanto a profissional. Júpiter em Peixes trará consigo o avanço do processo de cura, pois Peixes é um signo também de vacinas e medicamentos, o que vai promover e impulsionar esses processos.

Que 2022 chegue como um ano abençoado para todos nós!

Publicidade
Fonte: Eunice Ferrari
Receba artigos exclusivos de horóscopo
Ativar notificações