Itália prende 6 por fraude para dar cidadania a brasileiros

Apresentador Rodrigo Faro está entre citados na operação

27 mai 2024 - 14h57
(atualizado às 15h24)

Seis pessoas foram presas nesta segunda-feira (27) na Itália por suposto envolvimento em um esquema de fraude para a obtenção de cidadania italiana por brasileiros.

    Falsos certificados de residência emitidos por funcionários da prefeitura de Villaricca, em Nápoles, teriam sido usados por personalidades conhecidas, como o apresentador da TV Record, Rodrigo Faro, e sua mulher, Vera Fiel; além do jogador de futebol Bruno Duarte, que atua no clube Farense, de Portugal.

Publicidade

    Mais jogadores e empresários brasileiros do ramo de jóias foram citados.

    Entre os presos estão quatro funcionários municipais. Eles serão investigados por associação criminosa, falsificação de documento público e corrupção. Na casa de um dos servidores foram encontrados 100 mil euros (R$ 561 mil) em dinheiro.

    Um homem e uma mulher brasileiros também foram presos. Os dois seriam proprietários de duas empresas intermediárias que coletavam pedidos para obter residência e cidadania.

    Segundo os investigadores do Ministério Público de Nápoles, a fraude envolveria trocas de dinheiro, presentes e até mesmo favores sexuais. Algumas dezenas de cidadanias teriam sido obtidas pelos meios fraudulentos.

Publicidade

    .

Rodrigo Faro

O apresentador Rodrigo Faro negou, em nota oficial, envolvimento no esquema. Ele afirmou que fez todo o processo com o escritório Diritto Di Cittadinanza SRL, forneceu a documentação necessária, comprovou laços e o processo foi aprovado. "Rodrigo já acionou seus advogados aqui no Brasil para que todo esse mal entendido seja resolvido e para que os devidos responsáveis por esse suposto esquema de corrupção sejam devidamente punidos", diz o texto.

  
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se