Lorena brilha nos pênaltis, e Brasil fica em terceiro no Torneio SheBelieves

Goleira do Brasil pega quatro pênaltis (um no tempo normal) e garante o triunfo sobre o Japão, após empate em 1 a 1

9 abr 2024 - 19h39
Lívia Villas Boas / CBF - Legenda: Brasil teve problemas diante do Japão, em Ohio, nos Estados Unidos
Lívia Villas Boas / CBF - Legenda: Brasil teve problemas diante do Japão, em Ohio, nos Estados Unidos
Foto: Jogada10

O Brasil conquistou o terceiro lugar no Torneio SheBelieves. Nesta terça-feira, no Estádio Lower.com Field, em Ohio, nos Estados Unidos, a Seleção ficou no empate em 1 a 1 com o Japão, mas venceu nos pênaltis por 3 a 0. Destaque para Lorena, que pegou quatro cobranças das nipônicas, sendo uma delas durante o jogo e três na decisão por penalidades. Cristiane fez o gol canarinho, enquanto Mina Tanaka anotou para a adversária.

Na disputa pelo título, Estados Unidos e Canadá se enfrentam às 20h (de Brasília). No último sábado, as brasileiras, também nos pênaltis, caíram para as canadenses e ficaram fora da decisão do torneio.

Publicidade

As brasileiras tiveram muitos problemas diante das japonesas, que mais uma vez mostraram um jogo organizado em campo e foi um grande teste para o Brasil, uma vez que as duas equipes se enfrentam na fase de grupos do futebol feminino nas Olimpíadas de Paris, a partir de julho. O time adversário abusava da jogada em velocidade, levando as comandadas de Arthur Elias à loucura. O primeiro gol, contudo, saiu apenas no fim da etapa inicial, com Tanaka.

No segundo tempo, o Japão teve chance de ampliar o marcador, novamente com Tanaka, em cobrança de pênalti, Contudo, Lorena, que começava a brilhar no quesito, defendeu. Após esse lance, o técnico Arthur Elias promoveu quatro mudanças e o Brasil melhorou. Yasmin, que havia acabado de entrar, cobrou escanteio e Cristiane empatou. Foi o 117º gol da atacante pela Seleção.

Lorena brilha na decisão por penalidades

Nos pênaltis, brilhou a estrela da goleira Lorena. Ela foi responsável pela defesa das três cobranças das japonesas. Diante dela, Seike, Nagano e Hasegawa não tiveram chances. Por outro lado, as brasileiras foram perfeitas. Cristiane, Tarciane e Angelina, que bateu por último, marcaram os seus gols.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Publicidade
Fique por dentro das principais notícias de Futebol
Ativar notificações